Mario Frias defende seu currículo com trabalhos na TV

Sem experiência como gestor, ator, novo secretário de Cultura, diz que passagem por novelas da Globo foi uma escola

Por IG - Gente

Mario Frias defende seu currículo: experiência de 13 anos na Globo
Mario Frias defende seu currículo: experiência de 13 anos na Globo -

Rio - Recém-empossado secretário especial de Cultura, Mario Frias deu sua primeira entrevista no cargo ao canal de Youtube do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), O Brasil Precisa Saber. Durante a conversa de cerca de 45 minutos, transmitida no último sábado, o ator elogiou mecanismos de incentivo como a Lei Rouanet e a Lei Aldir Blanc, defendeu sua experiência na televisão e mostrou alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). "Tudo que eu faço pode ter certeza que estou em comunhão com meu presidente", afirmou Frias.

Visto como inexperiente pelo setor, o secretário começou a entrevista defendendo o seu currículo. Frias ficou conhecido do público atuando em 'Malhação' e participando de novelas e programas na TV Globo e na Record.

"Muita gente acha que 'Malhação' só revela atores, mas ali tem informação de diretores, equipe de áudio...", enumerou. Ele também afirmou que os profissionais que passaram pelo seriado adolescente são "muitas vezes mais preparados que atores de teatro".

Frias admitiu que existem dúvidas em relação à sua experiência como gestor cultural, mas usou o seu background na Globo para justificar a escolha do seu nome para o cargo.

"Tenho 13 anos de TV Globo, é uma escola, é um padrão. Basta para que você olhe uma imagem e aquilo te constranja: 'pô, tá errado'. É um senso crítico que te desenvolve", disse.

 

Comentários