Lorena Simpson - Divulgação
Lorena SimpsonDivulgação
Por O Dia
Comprometida com o Norte do país, a amazonense Lorena Simpson busca meios de apoiar e dar visibilidade a sua região de origem, seja dentro dos holofotes, ou fora deles. Apesar de ser residente do Rio de Janeiro há anos, a cantora do pop eletrônico não abre mão da sua representatividade no cenário musical e reafirma sua identidade nortista, ao longo dos mais de 10 anos de carreira.

"Apesar de morar no Rio eu realmente nunca me desliguei de Manaus! Sempre volto, seja a trabalho ou a passeio para rever família e amigos e sempre acompanho os acontecimentos da cidade e do estado do Amazonas! Manaus faz parte de minha história e tenho o maior orgulho disso!" conta a cantora.
Recentemente, Lorena lançou a música "Me Chama Que Vem", considerada por ela como 'pop amazônico' e que veio acompanhada de um videoclipe carregado de regionalidade. Com a presença de figuras folclóricas e gravado em Manaus, a super produção surgiu como forma de exaltar as belezas culturais e explorar os aspectos regionais do Amazonas.
Publicidade


"Chama que vem é um trabalho que eu sonhei por muito tempo realizar e conseguimos! Uma equipe cheia de manauaras pra mostrarmos nossa cultura e referências pro Brasil e pro mundo. Esse trabalho tem sido muito bem recebido pelo público e fico muito feliz com isso!" explica Lorena.

Nos últimos dias, a comoção nacional pela falta de oxigênio nos hospitais de Manaus despertou mais uma vez o olhar de Lorena Simpson para sua cidade natal. Imediatamente, a cantora publicou em suas redes sociais uma campanha de arrecadação para compra de cilindros de oxigênio que seriam enviados para os hospitais da cidade, o Respira Manaus, do qual ela é uma das organizadoras. A campanha se uniu em parceria com outras grandes campanhas e artistas, como Felipe Neto, Bruno Gagliasso e Gaby Amarantos, e já levou mais de X litros de oxigênio para o estado do Amazonas.

"Ao ver a situação na cidade, eu precisava fazer algo pra ajudar. Inicialmente a vontade urgente de fazer um post mas logo pensamos em fazer algo que pudesse ajudar efetivamente! Procurei meu amigo manauara, Victor Israel (@Vito), ele amou a ideia e logo tudo estava montando e acontecendo! Muita gente ajudando, muitos artistas ajudaram grandiosamente, não só em quantia mas em ações, outros ajudaram silenciosamente mas pra nós, o que importa é que a ajuda chegue e vidas dos nossos maninhos e maninhas sejam salvas." completa.