Por thiago.antunes
Publicado 03/02/2014 23:56 | Atualizado 04/02/2014 12:22

Rio - Está aberta a votação que vai eleger o samba-enredo mais popular de todos os tempos. A missão não é fácil, como sabe o júri convidado pelo jornal para fazer a seleção com os 12 clássicos da Marquês de Sapucaí. Quase deu briga.

Participaram da indicação os jornalistas Ramiro Alves, Humberto Tziolas, Fernando Molica e Raphael Azevedo, além do historiador Luiz Antonio Simas, que também é colunista do DIA. Todos entendem muito de Carnaval — e, por isso mesmo, chegar a um consenso deu trabalho.

>>> ENQUETE: Qual o samba-enredo mais popular de todos os tempos?

‘Peguei um ITA no Norte’ (Explode Coração)%2C que o Salgueiro levou para a Avenida no Carnaval de 1993%2C é um dos sambas-enredos que já podem ser votadosIvone Perez / Agência O Dia

Cada um teve a missão de apontar seus dez sambas preferidos, mas a lista foi bem além disso. “Todo mundo tem suas escolas do coração e todos amam samba-enredo. Por isso mesmo, o fato é que diversas outras listas poderiam ser feitas. Sempre tem muito samba antológico que vai ficar de fora”, diz Raphael Azevedo, subeditor do site do DIA.

Alguns critérios foram usados pelos jurados na seleção. “Tentamos pegar os sambas mais importantes e que são cantados até hoje em todos os lugares”, completa Humberto Tziolas. De Silas de Oliveira a Niltinho Tristeza, passando por Neguinho da Beija-Flor e Luiz Carlos da Vila. As assinaturas presentes na antologia dispensam apresentações.

Agora é a sua vez. Aproveite o clima de pré-Carnaval que já toma a cidade e escolha o samba-enredo mais popular de todos os tempos. A enquete fica no ar até o fim do mês. Clique abaixo para ouvir e votar!

Vila foi campeã em 1988 com 'Kizomba'. Zezé Mota foi destaque numa alegoriaCarlos Silva / Agência O DIA

A lista

Império Serrano (1964) - “Aquarela Brasileira”

Estácio de Sá (1975) - “Festa do Círio de Nazaré”

Em Cima da Hora (1976) - “Os Sertões”

Beija-Flor (1978) - “A Criação do Mundo na Tradição Nagô”

União da Ilha (1982) - "É Hoje”

Portela (1984) - “Contos de Areia”

Mocidade (1985) - “Ziriguidum 2001, um Carnaval nas Estrelas”

Mangueira (1988) -“Cem Anos de Liberdade, Realidade ou Ilusão?”

Vila Isabel (1988) - “Kizomba, Festa da Raça”

Imperatriz (1989) - “Liberdade, Liberdade! Abre as Asas Sobre Nós”

Salgueiro (1993)- “Peguei um Ita no Norte (Explode Coração)”

Unidos da Tijuca (2010) - “É Segredo”

Você pode gostar