Diretor de Harmonia do Império da Tijuca exalta comunidade da Formiga

Luiz Carlos afirma que comprometimento dos integrantes da escola vai fazer a diferença no desfile

Por rafael.arantes

Rio - O Império da Tijuca não vê a hora de pisar na Sapucaí. Com o barracão praticamente pronto, a Verde e Branca é puro otimismo. Para se manter no Grupo Especial após o título da Série A em 2013, o diretor de Harmonia Luiz Carlos Amâncio aposta na força e no comprometimento dos integrantes da escola. A preparação adiantada empolga a agremiação que, inclusive, já começará a entrega das fantasias nesta semana.

Amâncio está confiante no desfile do Império da TijucaRaphael Azevedo / Agência O Dia

"Eu sempre prezo o comprometimento em tudo que eu realizo no Carnaval. Peço isso tanto para a minha equipe como para os componentes da escola. Quero que cada um esteja ali por gostar e não por obrigação. Graças a Deus tenho conseguido implementar um bom trabalho e estamos num ritmo adiantado de trabalho. Vamos começar a entregar as fantasias já nessa quarta-feira e acredito que tudo esteja pronto até o dia 20. Estamos confiantes e confortáveis", diz Luiz Carlos, que ressalta o bom ambiente na escola do Morro da Formiga.

"Estamos fazendo um grande trabalho e nosso maior reconhecimento é a alegria da comunidade. Todos estão felizes, satisfeitos... Fizemos um ensaio técnico bastante positivo e estamos confiante em conseguirmos nos firmar no Grupo Especial", acrescenta.

Se a garra da comunidade é destaque, outro ponto que está em alta com o diretor de harmonia é o samba-enredo. As boas apresentações do intérprete Pixulé e a aprovação do público com a obra da Verde e Branca também entusiasma o sambista.

"Graças a Deus tivemos uma boa safra e fizemos a escolha certa. Nosso samba é cotado como um dos melhores do Carnaval e isso é muito bom para a gente. É um samba fácil, que a escola abraçou e que temos o Pixulé defendendo de uma maneira exemplar. É um conjunto que facilita ainda mais o nosso trabalho", afirma.

Império da Tijuca segue confiante após ensaio técnico do último sábadoRicardo Almeida / Divulgação

Também integrante da direção de Carnaval do Império da Tijuca, Amâncio tem um currículo cheio no Carnaval. As passagens por Imperatriz, Boi da Ilha, Renascer, Porto da Pedra e Cubango também somam bastante ao trabalho na Verde e Branca.

"Eu posso dizer que fiz uma faculdade na Imperatriz. Aprendi muita coisa lá. Tive grandes passagens também por Renascer, Cubango e até na Porto da Pedra, que não fiquei até o Carnaval. Trabalhei com grandes nomes como Wagner Araújo, Ricardo Fernandes e meu amigo Mestre Chope. Sou muito feliz com o que já passei no samba e agradeço muito ao presidente Tê por essa oportunidade aqui", comenta o diretor, que ainda revela algumas de suas maiores inspirações no Carnaval.

"Me espelho muito no Laíla e no Elmo. Ainda não tive a oportunidade de trabalhar com eles, mas sei que esse dia vai chegar. Será uma honra", conclui. A Império da Tijuca será a primeira escola a desfilar no domingo de Carnaval. A agremiação vai abrir os desfiles do Grupo Especial apresentando o enredo "Batuk".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia