Por rafael.arantes


Rio - A associação das escolas de samba mirins (AESM-Rio) definiu mudanças para os critérios de julgamento dos desfiles das crianças para o Carnaval deste ano. A avaliação das apresentações das crianças não contará mais com as justificativas das notas. O novo formato que definirá os vencedores do Troféu EStandarte do Samba Mirim foi concretizado numa reunião entre os membros das agremiações e a diretoria da entidade.

Reunião definiu critérios para julgamento do desfile mirimArleson Rezende / Divulgação

Os quesitos e os módulos de julgamento também foram definidos. Desta vez, os jurados não precisarão justificar a retirada de pontos os desfiles. Os quesitos continuarão sendo os tradicionais presentes nos desfiles adultos, além dos exclusivos do Carnaval mirim: Ala de baianas, passistas, intérprete e rainha de bateria.

A disputada nota dez poderá ser dada à várias escolas. Antigamente, cada quesito só poderia ser atribuído a uma escola por quesido. As novidade empolgaram o presidente da AESM, Edson Marinho, que projetou o crescimento cada vez maior dos desfiles das crianças.

“Essa comissão formada para estruturar os critérios da avaliação, têm contribuído bastante para o crescimento a cada ano dos desfiles da criançada. São pessoas empenhadas em prestar um serviço de excelência para o carnaval mirim”, concluiu.

Você pode gostar