Ruas lotadas de animação

Milhares de foliões em mais de 50 blocos se divertiram e driblaram os preços altos do Rio

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Mais de 50 blocos de Carnaval invadiram as ruas do Rio e animaram o dia ensolarado dos cariocas ontem. Da Barra da Tijuca a Botafogo, passando pelo Centro e Tijuca, o que se viu foram vias lotadas e muita gente fantasiada.

>>>GALERIA: Confira animação dos foliões 

>>>GALERIA: 'Xupa Mas não Baba' anima as ruas

>>>GALERIA: Blocos de rua agitam carnaval carioca

Em Laranjeiras, cerca de mil pessoas ocuparam a Rua Alice para assistir ao Xupa Mas Não Baba passar. Fabiana Mello, 30 anos, fez questão de exibir o barrigão de oito meses de gestação e aproveitar a folia. “Esse bloco é muito tranquilo. Estou adorando esse policiamento reforçado e as ruas limpinhas”, declarou a professora de pilates. Já a criançada pôde se divertir com os embalos do bloco infantil Sá Pereira, em Botafogo.

Bloco "Simpatia É Quase Amor" celebra 30 carnavais e desfila por Ipanema%2C Zona Sul do RioFernando Souza / Agência O Dia

Mas, apesar de a festa estar tranquila, um fator não agradou os foliões: os preços ‘surreais’ das bebidas. “Eu curto bloco há sete anos e desta vez eu me deparei com uma garrafinha de água de 510 ml por R$ 5. Isso é um absurdo”, diz Tatiana Brandão, 26 anos. Para não ser vítima de preços abusivos, as primas Jhonimara Gouvêa, 21, e Joyce Gouvêa, 19, optaram por levar água e refrigerante em bolsas térmicas. “Está tudo muito caro. Ou você economiza e traz tudo de casa, ou então é melhor nem vir”, argumenta Jhonimara.

Mas, nadando contra a maré, está o vendedor ambulante Francisco Nascimento, 37 anos. Trabalhando no Carnaval pela quarta vez, ele optou pelo equilíbrio. “Sempre digo que só pode cobrar R$ 4 em uma garrafa de água, se ela for de ouro.”

Em Ipanema, foi a vez do bloco Simpatia É Quase Amor comemorar 30 anos de vida com uma festa para mais de duas mil pessoas. “Tenho 62 anos e venho ao bloco por pelo menos 18. A música é deliciosa e só tem gente jovem e bonita”, brinca a aposentada Irene Sampaio.

Hoje, cerca de 50 blocos se apresentam pela cidade, entre eles o Bloco da Preta, no Centro, e o Suvaco de Cristo, que sai no Jardim Botânico. No Sambódromo, às 19h30, será realizada a lavagem, logo em seguida acontecem os testes de luz e som para o desfile da Vila Isabel, campeã de 2013, que fecha o calendário de ensaios técnicos. Após a saída do último componente, o Sambódromo só volta a ser reaberto para os desfiles oficiais.

Não faltou beleza no desfile do Simpatia%2C com um pelotão de beldades para prender qualquer umSaulo Stefano / Agência O Dia

Mijões presos e fila no Sambódromo

Como já tinha sido avisado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), quem fosse pego fazendo xixi na rua seria levado para delegacia sob a acusação de desordem. De acordo com a Seop, na manhã de ontem, durante o desfile do bloco Imagino? Agora Amassa!, 11 pessoas, entre elas, duas mulheres, foram presas ao serem flagradas urinando em local público. Cada uma foi multada em R$ 157.

Pular Carnaval e se divertir não significa desordem. A organização dos blocos de rua demonstra que o Rio está preparado para receber grandes eventos e que as pessoas podem usufruir das áreas de lazer que a cidade oferece. Para isso, praças, jardins e a porta das residências não podem se transformar em mictório a céu aberto”, disse Alex Costa, secretário de Ordem Pública.

Ontem, também houve fila e espera para retirar os ingressos dos setores populares para o desfile do Grupo Especial no Sambódromo. As entradas foram vendidas por telefone e custaram R$10.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia