'Tá Pirando,Tá Pirado, Pirou' promete agitar os foliões na Zona Sul

Décima edição do desfile que reúne pacientes e funcionários do Instituto Municipal Philippe Pinel promete reunir mais de três mil pessoas

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Em mais um ano de folia, o bloco Ta Pirando, Ta Pirado, Pirou! promete agitar a Zona Sul com a alegria dos pacientes e funcionários do Instituto Municipal Philippe Pinel. A expectativa é de que três mil pessoas acompanhem o desfile na Avenida Pasteur, na Urca, às 15h deste domingo. O endereço tem uma dimensão histórica para a saúde mental no Brasil, por ter abrigado o primeiro hospício da América Latina, fundado por D. Pedro II em 1852.

Este será o 10º desfile do coletivo, idealizado por Gilson Secundino, paciente do Instituto Pinel. A iniciativa de Secundino, que pretendia levar a comemoração do Carnaval para fora dos muros da unidade, foi logo acolhida por técnicos, funcionários, moradores e simpatizantes.

Décima edição promete reunir mais de três mil foliõesDivulgação

O bloco também envolve usuários de outras unidades da rede pública de saúde mental, como o Instituto de Psiquiatria da UFRJ e os centros de atenção psicossocial da cidade, além de moradores das redondezas. Entre os parceiros que ajudam a viabilizar os desfiles a cada ano estão a Associação de Moradores da Rua Lauro Muller e Adjacências (ALMA) e a Petrobras.

A diretora de Artes, Maíra Knox, de 31 anos, responsável pela elaboração das fantasias do grupo, já deu o recado de que o bloco da saúde mental vai ser bem animado. "Teremos carro de som, várias fantasias diferentes e muita empolgação! O bloco promete ser bem animado'', afirmou.

Todas as alegorias, fantasias, estandartes e máscaras que serão usadas no desfile foram confeccionadas pelos usuários das oficinas no Núcleo de Atenção Diária do Pinel. A estampa das camisas do Tá Pirando,Tá Pirado, Pirou! foi assinada pelo ilustrador oficial do bloco, o paciente Samy das Chagas.

Maíra Knox%2C diretora de Artes%2C escolhe adereços no Saara para confeccionar fantasias do bloco da saúde mentalMarco Antônio Cavalcanti / Agência O Dia


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia