Jonathan Azevedo esbanja estilo em ensaio de streetwear

Aos 32 anos, ator define seu estilo como autêntico e verdadeiro e diz que sua missão é inspirar os jovens com seu trabalho na TV e na música

Por BRUNNA CONDINI | brunna.condini@odia.com.br

Jonathan Azevedo
Jonathan Azevedo -

Rio - Jonathan Azevedo, nosso garoto da capa, costuma repetir a frase 'luz na caminhada' por onde anda. Já virou até sua marca registrada no Instagram. Foi neste astral que o ator chegou paras as fotos desta edição.

E foi evocando essa claridade que enxergou seu caminho profissional: do menino que foi parar no teatro porque gostava de ler (e lá havia livros) e acabou se apaixonando pelo ofício, até o sucesso estrondoso como o Sabiá em 'A Força do Querer' (2017), foram 13 anos de trajetória.

"Depois desse momento (o Sabiá) mudou tudo. Tive possibilidade de ajudar minha família. Quero levar cada vez mais cultura e arte, para as minhas comunidades (Cruzada São Sebastião e Vidigal). É esta carência que faz o Brasil estar do jeito que está. Quero levar possibilidades das pessoas serem quem quiserem ser".

AUTÊNTICO E VERDADEIRO

O carioca de 32 anos acabou de ser eleito um dos 25 homens mais elegantes do ano (de acordo com a revista 'GQ' brasileira), elencado entre nomes como Cauã Reymond e Fabrício Boliveira.

Será que ele curtiu? Se acha estiloso?

"Até dois anos atrás, eu estava saindo da praia, salgado, de bermuda de tactel. Pegava umas roupas emprestadas com meus amigos para poder me vestir melhor", lembra. "Então, esse prêmio foi a união de tudo que vivi em relação à moda: uni as dificuldades que eu tinha com as possibilidades que eu tinha. Acho que a moda só me abriu esse espaço porque não tive medo de ser quem sou, de mostrar isso para o mundo. E também de que tem muitas possibilidades do que você pode ser".

Vestindo looks inspirados no streetwear, modernos como ele, e com a cara de 'menino do Rio', o ator é direto ao definir seu estilo: "Autêntico e verdadeiro". Na verdade, Jonathan não quer se limitar. "Hoje, acho que sou eclético para moda. Unissex para o mundo. E é isso que quero passar: cada um pode e deve se vestir da sua maneira, e passar a mensagem que desejar com a roupa que veste".

Naturalmente elegante, ele traduz o que seria um homem que carrega o atributo. "Alguém com muito caráter, verdadeiro. E na atitude, são aquelas pessoas que não só realizam os sonhos delas, como fazem jus a tudo que conseguiram. São gratos a todos que deram oportunidade".

Com carreira ascendente, essa elegância de ser pode ser considerada uma dica de sucesso?

"Acho que, talvez, tudo isso junto tem formado meu sucesso. Sempre soube ser muito grato, ter a atitude de agradecer mesmo. E busco a elegância de tratar todos bem sempre. Isso pode ser uma dica".

POPSTAR

Em sétimo lugar, entre os 11 participantes do reality show musical 'Popstar', na Globo, ele revela não se se sentir em uma competição. "Acho que é a mais amigável em que já entrei", conta, rindo. "Todo mundo se ajuda muito. Tem pessoas ali que vou levar para minha vida. Te digo que o mais difícil na competição é escolher o repertório. O Brasil tem tantas músicas boas, são muitas possibilidades".

O ator, que também tem uma banda de rap, vê no programa uma possibilidade de continuar inspirando pessoas, como ele foi inspirado um dia. "Ali, minha função é fazer com que muitos dos adolescentes, crianças e adultos, que vieram de onde eu vim (ele passou a infância na Cruzada São Sebastião e vive no Vidigal), possam acreditar nos seus sonhos. Perceberem que, como cheguei ali, eles também podem chegar", afirma. "Não estou no programa para ser o campeão dos campeões. A minha vitória ali é fazer cada pessoa que está em casa, acreditar nos próprios sonhos, levantar e ir em busca. Levar autoestima, amor, paz, perseverança. Quero levar isso em cada música que canto".

OPORTUNIDADES

Do caminho da infância na Cruzada São Sebastião conjunto habitacional localizado no Jardim de Alá, no Leblon, Zona Sul do Rio , para onde foi levado depois de ser adotado ainda com poucos dias, ao horário nobre, passando por atuar como um dos mobilizadores do 'Criança Esperança' este ano, projeto pelo qual também já foi beneficiado, Jonathan sente orgulho. E deseja retribuir, multiplicar o que recebeu.

"Hoje estou conseguindo também ajudar a minha comunidade, na Cruzada. Estamos tentando trazer para cá nossa biblioteca, que também vai virar um centro cultural", conta o ator. "Quero levar mais arte, amor, informação e cultura para todos os lugares que eu passar. Sou um artista que sempre vou querer inspirar os jovens. Tem muito amor dentro deste Brasil imenso. E é isso que quero levar com meus personagens, minha música, quando eu estiver em qualquer lugar. Minha missão é de luz e paz".

PLANOS

Ele não para. E não quer parar. O ator se prepara para o lançamento da série 'Ilha de Ferro', em que atua ao lado de Cauã Reymond e interpreta Fiapo, um "revolucionário" trabalhador de uma plataforma de petróleo.

"São personagens que vivem em um universo de muito trabalho e muita saudade da família deles. São como muitos dos trabalhadores que fazem o Brasil funcionar nestas plataformas, e poucos conhecem essa realidade", diz.

Jonathan também acabou de gravar uma participação no novo programa do GNT com Giovanna Ewbank, 'No Paraíso, com Gio Ewbank', previsto para janeiro do ano que vem. Na série especial de verão, a apresentadora recebe amigos em Fernando de Noronha. O ator esteve lá pela primeira vez e ficou encantado.

"Olha, sonho com muita coisa. Mas no momento, queria levar minha família para Fernando de Noronha. Levar meu pai no fundo do mar, onde fui, mostrar tudo. É um lugar mágico", diz, empolgado.

"Também quero estudar, levar mais conteúdo, tanto dentro dos meus personagens como para todos que se inspiram na minha trajetória. Quero crescer espiritualmente e como profissional. E ajudar cada vez mais minha comunidade, as crianças de lá. Que as possibilidades sejam amplas para elas. Que possam ser o que quiserem. Essa é a missão que me move, o que quero para vida".

E, às vésperas da eleição, Jonathan aproveita para fazer um pedido simples e direto (como ele costuma ser), para o futuro presidente eleito: "Se pudesse pedir algo, ia pedir do fundo do meu coração para que ele olhasse cada ser humano, como um ser realmente. E que o ser possa viver bem, senhor presidente. Luz e paz na caminhada". 

COORDENAÇÃO: BRUNNA CONDINI

PRODUÇÃO DE MODA: RODRIGO BARROS

ASSISTENTE: FERNANDA CRUZ

VISAGISMO E MAQUIAGEM: DIEGO NARDES

CABELOS E DREADLOCKS: LUCAS SOUZA

FOTÓGRAFO: ADALTO JR

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS: VIVO RIO E EDUARDO GUIMARÃES

Galeria de Fotos

Jonathan Azevedo Adalto Jr
JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr
CRÉDITOS JONATHAN AZEVEDO Adalto Jr

Comentários

Últimas de DMulher