Flávia Alessandra afirma ter mudado hábitos por causa do Covid-19

"Eu sempre fui aquela pessoa do abraço, do beijo e, nesses tempos, não podemos mais nos cumprimentar dessa forma", diz a atriz, à espera da volta de 'Salve-se Quem Puder'

Por RICARDO SCHOTT

Flavia Alessandra
Flavia Alessandra -

Flávia Alessandra é afetuosa com os amigos, fãs e colegas de trabalho. Mas com o isolamento por causa da pandemia do coronavírus, a Helena Santamarina de 'Salve-se Quem Puder' precisou cortar certos hábitos. "Eu sempre fui aquela pessoa do abraço, do beijo e, nesses tempos, não podemos mais nos cumprimentar dessa forma", lamenta a atriz, cuja novela — assim como aconteceu com toda a grade de teledramaturgia da Globo — encerra "fim de temporada" no dia 28, dando lugar a uma versão compacta de 'Totalmente Demais'.

"Ficar em casa é primordial. Eu sempre gostei de ler, de ver filmes... Estou vendo e lendo tudo o que não consegui nos últimos tempos por causa do trabalho", conta a atriz, isolada com a família e seguindo as orientações, como higienizar as mãos o tempo todo e evitar contato com pessoas de fora. "Estamos todas juntas em casa. Estamos assistindo a filmes, lendo livros... Eu e Giullia (filha), nós estamos nos exercitando em casa. Giullia faz ioga. Estamos criando coisas para nos distrair. E a gente conversa, fala muito!".

A interrupção das gravações de novelas é um momento inédito na teledramaturgia do Brasil e na Rede Globo. "Mas não é um momento que eu, Flávia, veja como especial. É sim inédito, e muito triste o motivo desse ineditismo. Como brasileira, cidadã, pessoa que habita esse mundo, eu quero é que acabe logo tudo isso. Que a gente tenha segurança para estar trabalhando, perto das pessoas. Esse é o meu desejo", diz a atriz.

Alerta

O próprio jornalismo da Globo foi fundamental para alertar as pessoas a respeito do que vinha acontecendo, diz Flávia.

"A própria emissora tem noticiado muito bem o caso. Através do jornalismo da casa, a gente já sabia que é uma situação delicada para o país e o mundo. Tivemos uma reunião e fomos informados da decisão de paralisar os trabalhos como uma forma de proteger os funcionários da casa nesse momento. A emissora tem pensado muito em como atravessar esse período e, claro, olhando para aqueles que estão lá diariamente trabalhando", conta. "A Globo foi muito responsável na decisão dela. As grandes empresas e sérias estão fazendo o mesmo. A vida humana vem em primeiro lugar, sempre", completa.

Retorno

Em 'Salve-se Quem Puder', Helena reencontrou com a filha que havia abandonado, Luna (Juliana Paiva) e descobriu que Téo (Felipe Simas), seu enteado, está namorando com ela. A história da personagem ganharia novos contornos a partir de agora, com vários segredos revelados, mas as emoções da novela ficam para uma data ainda não definida.

"Difícil estipular um prazo diante de uma pandemia. Estamos passando por algo que eu jamais vi em toda a minha vida. Não tem como dizer quantos dias nós teremos pela frente até a vida voltar ao normal", conta ela, que, sobre a trama, ainda não tem detalhes do que irá acontecer na volta. "Só o nosso autor pode dizer o que ele pretende fazer para o retorno. Daniel Ortiz é um autor muito criativo, inteligente, tenho total confiança nas escolhas dele para a nossa história".

Cuidado com idosos

Com pais idosos, Flávia tem recorrido a chamadas de vídeo para conversar com eles. "O cuidado de ficar em casa é conosco e com todas as outras pessoas. Tenho orientado para eles não saírem de casa. Não estamos nos vendo nesse momento. A gente se fala bastante por vídeo e telefone", afirma a atriz, que sempre foi uma pessoa envolvida nas tarefas de casa. "Eu gosto de cuidar da casa, de estar atenta aos detalhes. A gente já tinha feito compra de mês antes desse cenário".

Em casa

Flávia tem ficado atenta à onda de artistas que estão realizando coisas para os fãs à distância, pelas redes sociais. "Eu tenho estado mais presente nas redes sociais, passando informações, trocando ideias, dando dicas de séries, livros... Tem sido uma troca saudável essa corrente nas redes sociais. Estamos conectados através das redes. E tem o projeto do Cidades Invisíveis, que estamos iniciando, para distribuir cestas", diz.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Galeria de Fotos

Flavia Alessandra Divulgação/Dessa Pires; Bruno Larsson
Flávia Alessandra em família, com marido, filhas e pais Reprodução Instagram
/Fiona (Juliana Paiva) vê Helena (Flávia Alessandra) no Empório Globo/João Miguel Junior

Comentários