Dorval tinha 86 anosDivulgação/Santos

O futebol brasileiro está de luto com a morte neste domingo de Dorval. O ex-jogador, que tinha 86 anos, foi um dos integrantes de um dos mais famosos ataques do mundo, o quinteto do Santos que contava ainda com Pelé, Coutinho, Mengálvio e Pepe.
Em nota, o Santos confirmou a morte de Dorval, que estava internado na Casa de Saúde da cidade do litoral de São Paulo com quadro clínico delicado, com muita tosse. O velório será na Sala de Mármore da Vila Belmiro, em horário ainda não divulgado. Em homenagem a um dos grandes ídolos da história, o clube decretou sete dias de luto.
O famoso quinteto encantou o futebol mundial na década de 60, quando o Santos tornou-se bicampeão mundial e da Libertadores, em 1962 e 1963, além dos títulos brasileiros de 1961 a 1965, e os paulistas de 1958, 1960, 1961, 1962, 1964 e 1965. Dorval chegou ao Santos em 1957 e é o quinto jogador com mais jogos pelo clube (612), tendo marcado 194 gols (é o sexto na artilharia)
"Dorval é um dos jogadores inesquecíveis, que ajudou a construir essa linda história do Santos. Merece todas as reverências por sua trajetória. O Santos perdeu um de seus maiores ídolos", disse o presidente do Santos, Andres Rueda.