Marcos FelipeLucas Mercon / Fluminense

Se os primeiros jogos com retorno de público no Maracanã trouxeram uma crise de relacionamento, a partida contra o Internacional selou a paz entre jogadores e torcida do Fluminense. Com uma bela festa e apoio os 90 minutos na vitória por 1 a 0, Marcos Felipe acredita que a tendência é de maior aproximação e espera que o grupo consiga retribuir em campo nas três últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.
"Creio que cada vez tem melhorado mais. Atletas e torcida têm se aproximado, isso é muito bom. O reflexo disso foi o que aconteceu na quarta, eles fizeram festa linda. Daqui para a frente tende a melhorar cada vez mais esse relacionamento, que é muito importante. E espero que nossa equipe possa dar muitas alegrias ao torcedor", afirmou.
Nos dois primeiros jogos com torcida, o Fluminense perdeu para o Fortaleza e empatou com o Atlético-GO, recebendo vaias. Mas o ápice da crise foi contra o Sport, com gritos de "Time sem vergonha" um minuto antes do gol da vitória, no último lance do jogo.
Jogadores se recusaram a cumprimentar a torcida no fim. Contra o Internacional, foi o oposto. Ao fim, todos foram em direção à arquibancada comemorar e jogaram suas camisas para os torcedores.
"É sempre muito importante a torcida e nós atletas estarmos em conjunto. Quem ganha com isso é o Fluminense. Nos reunimos no campo e decidimos comemorar muito junto à torcida, pois eles merecem, fizeram uma festa muito linda. Nós todos, torcida e jogadores, fomos presenteados com a vitória. Agora é seguir assim. Temos uma decisão também no domingo e queremos trazer pontos de lá para alegrar nosso torcedor", completou Marcos Felipe.