Coronavírus: 4 coisas que não devem ser feitas ao limpar a casa

É preciso garantir que casa, roupas e objetos pessoais estejam bem limpos e desinfetados para evitar mais contágios

Por IG - Delas

Como higienizar a casa durante a pandemia
Como higienizar a casa durante a pandemia -
A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina e os hábitos da população. Sabemos que os cuidados com a higiene pessoal devem ser redobrados, mas não para por aí. É preciso garantir que casa, roupas e objetos pessoais também estejam bem limpos e desinfetados para evitar mais contágios.

Nesse sentido, é hora de olhar para a limpeza da casa com mais cuidado e adotar algumas práticas para garantir a saúde da família. Você sabe, por exemplo, quais são os lugares mais sujos e que mais podem acumular vírus e bactérias? Veja no infográfico abaixo:

Durante esse período que a limpeza e a higienização da casa precisam ser redobradas, listamos quatro erros comuns na higienização da casa. Entenda quais são, reveja os hábitos e garanta uma casa mais limpa.

1. Não fazer uma "área de segurança"

A realidade é que nem todas as pessoas podem adotar o isolamento social e ficar em casa. Há quem atua em serviços essenciais, trabalhadores informais ou até quem está de quarentena, mas precisa sair de casa para fazer compras. Por isso, é imprescindível criar uma "área de segurança" na entrada de casa.

A recomendação dos especialistas é que, ao entrar em casa, você tire os sapatos e deixe-os na porta nessa área. Assim, não leva vírus e bactérias para os outros cômodos, evitando a contaminação. Além disso, você também deve trocar de roupa e lavar as mãos e braços com água e sabão.

2. Usar produtos inadequados

Em grupos de WhatsApp e nas redes sociais, fake news sobre como combater o novo coronavírus se espalham. Recentemente, um vídeo ficou bastante popular por indicar o uso de vinagre para limpeza e há que indique enxaguante bucal. A verdade é que as famosas receitas caseiras pouco têm eficácia.

Sobre o assunto, o Ministério da Saúde indica: “o álcool em gel 70% ou líquido é um dos principais métodos de prevenção contra o coronavírus”. E para limpar a casa, também é possível usar água sanitária e desinfetante. 

3. Esquecer da limpeza de objetos compartilhados

Outro ponto fundamental de atenção na hora da higienização são os objetos compartilhados. Controle remoto, maçanetas de portas, cafeteiras, jarras de água precisam ser limpos com um cuidado extra, afinal, mais de um membro da casa está tocando o objeto, o que aumenta a chance de contaminação.

4. Não limpar os brinquedos das crianças

Se você tem filhos em casa, também é importante fazer uma limpeza especial nos brinquedos. Como os objetos passam por vários cômodos, superfícies e são manuseados tanto pela criança quanto pelo adulto, a contaminação pode ser mais fácil. Além disso, no caso de bebês, os objetos sempre são levados à boca.

Para ter certeza de que os pequenos ficarão seguros, sempre que possível higienize-os.

Comentários