Prefeitura e Inea retiram gigogas de canal de Campos Elísios

Trabalho de limpeza iniciada no dia 10 de junho terá sua conclusão nesta sexta-feira em quase 1 km de extensão

Por leonardo.rocha

Rio - O cobertor de plantas gigogas que cobriu o Canal Perimetral da Reduc, no bairro Campos Elíseos, está sendo removido em uma parceria entre a secretaria municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento e o Instituto Estadual do Ambiente (INEA). O trabalho de limpeza iniciada no dia 10 de junho terá sua conclusão nesta sexta-feira em quase 1 km de extensão do canal.

Uma retroescavadeira auxilia na retirada das gigogas do canal na ReducRafael Barreto / Divulgação


A gigoga se desenvolve no meio ambiente aquático, e é conhecida por despoluir as águas, já que suas raízes filtram o material orgânico. Como elas proliferam muito nas águas poluídas por esgotos domésticos, sua remoção deve ser periódica, e é necessária para que não ocupe completamente a superfície das águas. As gigogas vivem os dois lados da moeda. Para muitos é considerada uma praga, já que sua vegetação atrapalha o fluxo da maré dos canais e rios, porém ao mesmo tempo, evita a poluição e a degradação de cursos da água.

“É um trabalho em conjunto que está sendo bem realizado para dar maior fluidez a este canal que passa ao lado deste importante centro industrial que é a Reduc. As gigogas prejudicam a oxigenação da água e proliferam rapidamente com o material orgânico”, disse o técnico ambiental da empresa contratada pelo INEA, Reginaldo Cabral.

Além dos sete profissionais envolvidos na limpeza e no recolhimento das gigogas, estão sendo usados na operação, uma escavadeira hidráulica alongada e uma retroescavadeira.

A secretaria de Meio Ambiente de Duque de Caxias tem no INEA um parceiro importante no desenvolvimento ambiental do município. Este trabalho de remoção das gigogas deverá ser feito com regularidade, inclusive, em outros pontos dos municípios, devido a frequência com que elas aparecerem, e atrapalham no fluxo dos rios, canais e lagos do município", destacou o técnico de projetos da secretaria, Leandro dos Santos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia