Rio,03/08/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS,BOTAFOGO,reabertura dos colegios particulares no Rio, colegios particulares nao receberam alunos. Na foto,colegio Santo Inacio, na rua Rua Sao Clemente.Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia - Cléber Mendes
Rio,03/08/2020 -COVID-19 -CORONAVIRUS,BOTAFOGO,reabertura dos colegios particulares no Rio, colegios particulares nao receberam alunos. Na foto,colegio Santo Inacio, na rua Rua Sao Clemente.Foto: Cleber Mendes/Agência O DiaCléber Mendes
Por O Dia
Rio - Desde a reabertura do ensino presencial, em outubro, cresce o número de escolas que suspendem as atividades presenciais após o crescimento de casos de covid-19 no Rio. Nesta semana, foi a vez do Colégio e Curso Pensi, as aulas presenciais foram suspensas desde a última segunda-feira (7) até o final do ano letivo. "A decisão foi tomada em virtude do aumento do número de casos de pacientes diagnosticados com a COVID-19 no Rio de Janeiro", diz o colégio, em nota. 
"Os alunos seguirão tendo aulas em ambiente virtual até o encerramento do ano letivo. As atividades previstas para este período, incluindo as dos módulos de conteúdos e avaliações, estão confirmadas", afirma o comunicado.
Publicidade
O Colégio Santo Inácio, mesmo não tendo constatado contágio sustentado dentro da unidade após a retomada, resolveu suspender as aulas presenciais já a partir da próxima segunda-feira (14), também levando em consideração o aumento de casos de covid-19.
Segundo a nota, enviada pelo colégio, as aulas seguem remotamente até o dia 18 deste mês, quando termina o ano letivo. As provas e recuperações finais já foram concluídas e, na próxima semana, haverá somente revisão e oficinas complementares. Apenas os alunos da 3ª série do Ensino Médio permanecerão tendo aulas, remotas, em janeiro.
Publicidade
De acordo com o colégio, além de preservar a saúde de alunos e funcionários, a medida "é necessária diante do grande número de licenças médicas entre os educadores". A decisão considerou também os baixíssimos índices de presença de alunos nas atividades presenciais nos últimos 10 dias.
"O CSI reforça que não foi constatado contágio sustentado dentro do Colégio após a retomada das atividades presenciais. Isso se explica pelos rigorosos protocolos sanitários adotados, com medidas de prevenção, de distanciamento social e de acompanhamento de casos suspeitos e confirmados. A área de saúde da instituição acompanha cuidadosamente cada caso notificado, fazendo o mapeamento de todos os que tiveram contato próximo, identificando as prováveis origens da contaminação e monitorando o estado de saúde de cada um até a alta médica", afirma a nota.
Publicidade
A Associação Brasileira de Educação Infantil e o Sindicato das Escolas Particulares do Rio de Janeiro disseram que "não receberam nenhuma denúncia ou informação sobre possíveis casos de covid-19 dentro das escolas e creches associadas". As entidades afirmaram também que as escolas e creches "estão seguindo à risca todo o protocolo de segurança da vigilância sanitária para proteger crianças e educadores". 
"O cenário atual exige condições adequadas. As escolas e creches investiram fortemente em aprimoramento tecnológico e profissional para possibilitar um ensino híbrido de qualidade. Professores que pertencem ao grupo de risco estão dando aula de seus lares", destacou Frederico Venturini, vice-presidente da Associação Brasileira de Educação Infantil.