Estação ferroviária ganha revitalização

Espaço em Paraíba do Sul vai ganhar sala de cinema e centro de memória

Por O Dia

Local ainda abrigará acervo com livros e documentos históricos
Local ainda abrigará acervo com livros e documentos históricos -

Rio - A Fundação Cultural de Paraíba do Sul acaba de dar início ao projeto de revitalização do Centro Cultural Maria de Lourdes Tavares Soares, que funciona na antiga estação ferroviária da cidade. Além da reforma do prédio, o projeto prevê ainda outras melhorias no entorno da construção histórica.

Segundo a Fundação Cultural, o projeto de revitalização do espaço prevê a volta das atividades do Cinema Popular Nívea Stelmann, que passará a contar com programação gratuita. Outra novidade é o Centro de Memória, que ficará responsável por abrigar o acervo iconográfico e ferroviário do município.

O projeto de revitalização também prevê a criação do Acervo Municipal, que vai abrigar livros, jornais e documentos históricos de Paraíba do Sul as obras literárias raras foram recentemente higienizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Também será reformado o túnel que liga a Avenida Ayrton Senna ao prédio da antiga estação ferroviária. 

Conforme a Fundação Cultural, o projeto de revitalização levará melhorias ao entorno da estação ferroviária, que vai ganhar novo paisagismo. Já o trem desativado, onde se encontra o antigo Botequim da Corte, ganhará nova ocupação falta apenas definir qual será a futura destinação do espaço.

Para Marcelo Brum, diretor da Fundação Cultural, a revitalização é uma reivindicação antiga dos moradores. "Queremos que toda a área da estação seja frequentada diariamente pela população, com mais opções de acesso à cultura", destaca.

Galeria de Fotos

Local ainda abrigará acervo com livros e documentos históricos Divulgação
Paraíba do Sul revitaliza antiga estação ferroviária Divulgação
Paraíba do Sul revitaliza antiga estação ferroviária Divulgação

Comentários

Últimas de O Dia no Estado