Segurança Presente chega a São João de Meriti

É o sexto município da Baixada a receber o programa. Contingente terá 46 PMs

Por *Rachel Siston

Operação se concentra no Centro e em Vilar do Teles. Abordagens são feitas por agentes de moto
Operação se concentra no Centro e em Vilar do Teles. Abordagens são feitas por agentes de moto -

A partir de hoje, mais um município da Baixada Fluminense vai contar com o programa Segurança Presente. Depois de Belford Roxo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Queimados, chegou a vez de São João de Meriti receber o reforço diário de 46 policiais militares.

Além de quase dobrar o efetivo que opera atualmente na região, o projeto vai disponibilizar sete viaturas e quatro motos. Os carros serão ocupados por três agentes cada e ao estacionar, dois deles vão fazer patrulhamento nas ruas do entorno.

A ação ficará concentrada no Centro da cidade e em Vilar dos Teles. Os policiais que realizam policiamento nesses locais vão circular em outras localidades. As abordagens ficarão sob responsabilidade dos agentes de moto.

De acordo com o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada Fluminense da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Léo Vieira (PSC), o município sofre com o alto índice de criminalidade, chegando a registrar uma média de 270 roubos de veículos e de 370 a 400 a pessoas por mês.

"Nos locais onde foi implantado, o Segurança Presente chegou a reduzir em 70% os índices de criminalidade. Além de garantir o direito de ir e vir do cidadão, também promove o desenvolvimento, porque a população se sente mais segura para sair e acaba consumindo mais. Assim, o comércio acaba gerando emprego. Não é só segurança, é todo um processo de desenvolvimento para a cidade", afirmou o parlamentar.

O programa ainda terá um grupo no WhatsApp criado pelo 21º BPM (São João de Meriti) com a participação dos cidadãos.

Campos terá terceiro Dia D contra sarampo

Foco é imunizar pessoas até 59 anos - Divulgação prefeitura de Campos

Sem registrar casos de sarampo desde 2007, a Secretaria Municipal de Saúde de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, realiza, no próximo sábado, o terceiro dia D de vacinação contra a doença deste ano. As doses são destinadas a crianças a partir dos 6 meses a adultos de até 59 anos que não foram vacinados ou estejam com o plano vacinal incompleto. Nas datas anteriores, foram vacinadas 4,6 mil pessoas do público-alvo.

Pessoas com quadro febril, gestantes, portadores de HIV, pessoas com câncer, tuberculose, distúrbios sanguíneos, deterioração severa da função renal e cardíaca, que tenham passado por administração de gamaglobulina e transfusão sanguínea e outros tipos de doenças que diminuem os sistemas de defesa do organismo ou que estejam em uso de medicações para o mesmo, só devem ser vacinadas com autorização médica.

Para os maiores de 50 anos, a recomendação é que sejam imunizadas se forem viajar para locais onde há circulação viral ativa ou com recomendação médica. As doses serão disponibilizadas de 9h às 15h, em 43 salas de vacinação do município e dois pontos volantes, que podem ser consultados no site da prefeitura. De acordo com o boletim epidemiológico do sarampo divulgado em fevereiro pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou 18.203 casos da doença e 526 municípios. Somente no Estado do Rio, no último ano, houve uma morte pela doença e outros 100 casos.

Niterói fecha acordo com a Unesco

Niterói vai ganhar um programa para fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural da cidade. Para tanto, o município acaba de fechar acordo de R$ 8,5 milhões com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O plano prevê a criação do Centro de Memórias Oscar Niemeyer, a elaboração do projeto do Museu do Cinema Brasileiro e um plano de desenvolvimento do turismo com roteiros para museus, igrejas e locais históricos. Também será feito mapeamento de locações para o fortalecimento do setor audiovisual do município.

De acordo com a prefeitura, há ainda a expectativa de tornar o Caminho Niemeyer Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Isso porque o complexo tem sete obras do arquiteto, só perdendo para Brasília.

"O termo de cooperação nos dá a possibilidade de projetar o Caminho Niemeyer, que é tão importante para a nossa memória, e estabelece outros objetivos relacionados à preservação do patrimônio histórico de Niterói", destacou o prefeito Rodrigo Neves.

Galeria de Fotos

Operação se concentra no Centro e em Vilar do Teles. Abordagens são feitas por agentes de moto Divulgação/Philippe Lima
Prefeitura de Niterói e Unesco assinaram acordo para fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural do município Divulgação/Prefeitura de Niterói
Prefeitura de Niterói e Unesco assinaram acordo para fortalecer o Patrimônio Cultural e Natural do município Divulgação/Prefeitura de Niterói
Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada Fluminense da Alerj espera redução dos índices de criminalidade com Segurança Presente Arquivo Pessoal

Comentários