Hora de cuidar da visão dos pequenos

Cerca de 20% das crianças em idade escolar têm algum problema de visão

Por O Dia

No país, cerca de 15 milhões de crianças têm algum problema ocular
No país, cerca de 15 milhões de crianças têm algum problema ocular -

Rio - As férias de julho são um momento de descanso e lazer para as crianças, mas também uma ótima oportunidade para o checkup na saúde dos pequenos. E quando se fala em avaliação oftalmológica, os dados são alarmantes. Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), cerca de 20% das crianças em idade escolar apresentam algum problema de visão.

Muitas doenças oculares são silenciosas em sua fase inicial, por isso a importância dos exames preventivos na infância. Além disso, é comum as crianças sentirem dificuldade para enxergar, mas não relatarem a situação aos pais ou professores, por não compreenderem o problema.

ESTIMATIVA

O CBO estima que, no Brasil, 15 milhões de crianças em idade escolar possuem algum erro de refração, como miopia, astigmatismo ou hipermetropia. Segundo o Ministério da Educação (MEC), 23% dos casos de evasão escolar estão associados a problemas oculares. 

Gustavo Bonfadini, médico do Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro (IORJ), alerta sobre os sintomas a serem observados. “A criança pode ter dificuldade de enxergar o quadro e isso começa a refletir no desempenho escolar. Dor de cabeça, ardência nos olhos e vista embaçada ao ler livros também são sintomas de distúrbios na visão”, diz. 

É recomendado que as crianças passem por avaliação oftalmológica nos seis primeiros meses de vida. A partir dos três anos, as visitas ao oftalmologista devem ser anuais. “Os pais devem observar hábitos como esfregar os olhos com frequência e aproximar ou afastar o rosto para ler. Caso a criança seja diagnosticada com algum erro de refração, é importante fazer o acompanhamento oftalmológico para conferir alterações no grau e condições dos óculos”, ressalta Bonfadini.

Comentários

Últimas de Vida Saudável