Evento de ioga em parceria com O DIA acontece em novembro na Barra

'Rio Desperta' vai oferecer ao público o primeiro contato com esse tipo de meditação

Por Marina Cardoso

-

Rio - O exercício de ioga, que chegou ao país na década de 1940, hoje tem mais de 30 linhas diferentes da prática no território brasileiro. Mas poucos conhecem os benefícios que esse tipo de meditação pode trazer para corpo e mente de quem pratica. Esse será o assunto do Rio Desperta, evento em parceria com o DIA que ocorrerá no dia 4 de novembro na Cidade das Artes, na Barra. Além de ensinar práticas de meditação, o encontro terá palestras, apresentações musicais e encontro literário.

De acordo com o organizador Telmo Maia, a ideia de criar o encontro surgiu da vontade de oferecer para as pessoas um primeiro contato com a meditação. "Percebemos uma oportunidade de disponibilizar um serviço como esse para a sociedade, para elas terem uma primeira experiência com a prática da meditação. E, quem sabe, fazer dela uma atividade sólida no dia a dia".

Há quatro anos, a coordenadora de treinamento Carina Ducos, de 36 anos, começou a fazer o exercício para ajudar a trabalhar flexibilidade e força. "Encontrei mais que um exercício, encontrei uma filosofia. A prática nos faz olhar para forma que cuidamos de nós e nos faz conectar com nosso corpo através do exercício e da meditação".

BENEFÍCIOS

O exercício tem três grandes efeitos que podem ajudar o praticante: aumento da concentração, diminuição do nível de estresse de todo o metabolismo e geração do hormônio do bem-estar, a serotonina, que traz mais calma e tranquilidade.

Segundo Maia, a prática do ioga e de outros exercícios que trabalham o corpo e a mente podem ajudar na vida cotidiana. "A gente vive em um nível de estresse muito grande, seja pela violência ou pelo conflito político. Diante disso, a prática pode auxiliar no alívio de estresse e na agitação do dia a dia", explica.

Muito além do emagrecimento e da postura física, o ioga pode trazer inúmeros benefícios para os praticantes. Porém, ainda há muitas dúvidas sobre as recomendações necessárias do exercício. Como quem pode fazer e se o método pode ajudar a aliviar o estresse do ambiente de trabalho.

Segundo os especialistas, a meditação ativa regiões do cérebro onde há dificuldade em gerar químicas para estimular o bem-estar. "A gente tem facilidade em gerar cortisol, hormônio liberado em situação de estresse. Com o ioga, há redução dos níveis de cortisol e geramos serotonina", explica Maia.

PAUSA NO EXPEDIENTE

Dessa forma, a prática pode contribuir para combater o estresse do ritmo de trabalho, por exemplo. No DIA, há aulas de ioga voltadas para os funcionários. "O exercício dentro do ambiente de trabalho aumenta a qualidade de vida dos funcionários e motiva o crescimento", explica a professora de ioga Luciana Cavaliere.

Uma dúvida frequente é sobre quem pode praticar o exercício. Segundo a professora Alice Szpilman, o método é para qualquer pessoa, independentemente de idade. "Por mais que a aula seja em grupo, cada aluno deve ter um tratamento, dentro das suas limitações e respeitando seus limites. Por isso, é indicado para qualquer faixa etária. Inclusive, idosos e pessoas acima do peso", afirma.

MELHOR IDADE

Para os idosos, ainda, pode ajudar na lubrificação das articulações, nos casos de inflamação crônica e artrose. Além disso, pode prevenir doenças cardiovasculares. Segundo especialistas, o exercício melhora a saúde do coração por reduzir a pressão arterial e o colesterol LDL, além de aumentar o colesterol HDL.

Outro mito é de que pessoas com problemas respiratórios não podem praticar o ioga. Pelo contrário, os exercícios de respiração e de alongamento diminuem as chances de um ataque de asma, o que faz com que os músculos das vias áreas relaxem, expandindo o peito e aliviando a ansiedade.

"Como o ioga melhora o funcionamento do corpo, com posições corporais e posturas, os praticantes diminuem a ansiedade e aqueles que sofrem de insônia", explica Alice.

Comentários

Últimas de Vida Saudável