Veja dicas para resolver todos os problemas de sua vida sexual!

Casamento é um divisor de águas para os problemas relacionados ao tema

Por iG

Sexo sem complicações
Sexo sem complicações -

Como você classifica a sua vida sexual com o seu parceiro? Para muitas pessoas que estão em um relacionamento, não está tão boa assim. Segundo estudo "Como anda a sua satisfação conjugal?", divulgada em 2016 pelo Instituto do Casal e realizada com 510 casais, o casamento é um divisor de águas para os problemas sexuais.

Os resultados mostram que 55,9% dos entrevistados consideraram a vida sexual como ruim ou regular, sendo que 72,9% perceberam mudanças após oficializar a relação. Mas se você acha que a questão está relacionada ao sexo em si, é ai que se engana.

A falta de carinho e diálogo são os problemas sexuais mais comuns. Um terço se queixa sobre o parceiro não ser carinhoso, apenas 37,5% diz manter conversas durante mais de uma hora por dia com a esposa ou marido, enquanto uma em cada três pessoas casadas dizem ficar adiando as discussões com o conjuge.

Mas, afinal, essas realmente podem ser causador de problemas no sexo? Ao Delas , o  psicólogo Oswaldo M. Rodrigues especialista em casais e sexualidade, do Instituto Paulista de Sexualidade (InPaSex), afirma que sim. “Isso é uma das principais causas da insatisfação e da frustração conjugal”, diz o especialista.

Para ele, a falta de diálogo faz com que consequentemente não haja sintonia entre o casal. Isso conduz a ambos não entrarem em acordo quando discutem os próprios gostos na cama, sobre quantas vezes querem transar por semana ou qual seja o melhor horário para transar. 

Outra grande questão que é um problema para a vida sexual dos casados não é o tempo que cada um dedica para o sexo, mas também a dificuldade em ajustar o momento íntimo para que seja satisfatório para os dois. “Sexo precisa ser falado, e não só feito. Muitos casais insatisfeitos provavelmente não falam sobre a relação um com o outro, e falar não é conversar apenas o que um queira, mas saber ouvir o que o outro falou", finaliza.

Comentários