Empresário Carlos WizardFabiano Accorsi/Divulgação

Por Leandro Mazzini
Brasília - A visita dos deputados federais da comissão do voto auditável rendeu surpresas que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda vai revelar no pente-fino que passa nos títulos de eleitores. Apenas um caso: um cidadão de Goiânia (Zona eleitoral 135) possuía 70 títulos, todos com a sua biometria, mas com nomes diferentes – começavam com Cláudio, Claudionor, Claudiosnar... etc. Além disso, tinha fotos com camisas de diferentes cores para identificação. Questionados por mais casos, os técnicos da Secretaria de Segurança da Corte alertaram que, até agora, foram detectados (e anulados) mais de 70 mil casos de cidadãos com mais de um título – alguns com dezenas.
Modus operandi
A investigação avança para descobrir como os fraudadores atuavam – já que neste caso supracitado o elemento estava registrado na mesma zona eleitoral com todos os títulos.
Publicidade
Mágica ao avesso
Carlos Wizard (FOTO) deve reescrever sua biografia. De como se meteu no Palácio do Planalto com acesso fácil e em poucos dias queimou toda a sua bela trajetória empresarial.
Omertà
Quem mandou matar a vereadora Marielle Franco? E, com advogados caros para um ‘pobre coitado’, vale também a pergunta: Quem ordenou a facada em Jair Bolsonaro?
Publicidade
Fator Lázaro
O estrago na Economia da microrregião de Cocalzinho de Goiás, Águas Lindas e serra de Pirenópolis vai aparecer, a granel, quando os holofotes saírem do criminoso foragido Lázaro Barbosa e se voltarem para a população acuada.
ILE
Com sítios trancados, currais e pastos vazios, atividades paralisadas em comércios de margens de estradas, centenas de cidadãos em casa e até obras suspensas em chácaras, pode-se criar já o Índice Lázaro de Estagnação
Publicidade
Av. Dormitório
Foi-se o tempo em que o coração financeiro do Rio de Janeiro era palco de até 400 ambulantes por dia. Um leitor da coluna contou, segunda-feira à noite, cerca de 50 moradores de rua dormindo na Av. Rio Branco.
Rumo incerto
Pernambuco sente falta de liderança para coordenar a política no Estado. Sempre muito atuante, o ex-governador e senador Jarbas Vasconcelos (MDB) não dá indício do futuro partidário. Tal silêncio faz com que muitos políticos arrumem malas para mudança de
rumos.
Publicidade
É que...
...Não sabem se ficam na frente popular do governador Paulo Câmara, se vão lançar candidato próprio no Recife e principais cidades, ou se vão continuar como sublegenda do PSB.
Tabelinha
Deputados federais e estaduais de São Paulo ligados aos prefeitos de suas cidades têm mais chance de ter seu trabalho aprovado pelo eleitorado. Pesquisa feita pela Consultoria Bateiah.com, em 35 municípios paulistas, constatou que mais de 40% dos eleitores aprovam o trabalho dos parlamentares ligados aos seus prefeitos.
Publicidade
Queimação
Mas o percentual cai drasticamente quando o parlamentar é apoiado por Bolsonaro: apenas 24,3% disseram ter grande chance de aprovar o trabalho de deputado federal ligado ao presidente. O índice fica em 22,5%, quando se trata de deputado estadual.
Povo & vacinas
Novo levantamento da Paraná Pesquisas com 2002 brasileiros, de 12 a 16 de junho, revela que 85,4% pretendem tomar a vacina contra a covid-19, enquanto 12% dizem
rejeitar qualquer dose. E mais: 63,9% disseram não conhecer quem vai tomar vacina,
34,5% conhecem alguém que tomou.

Esplanadeira
# Tatiana Lobato lança portal 'Vendas Club', dedicado a conteúdos sobre vendas online. # Cantora Dani Coimbra lança, dia 24, single e clipe da música 'A Beleza é Você Menina', releitura de Bebeto. # Feninfra promove seminário digital, dia 25, "5G: tecnologia para gerar investimento, emprego e renda". ## Empresário Rodolfo Oliveira, CEO da XR Hotéis, fecha aporte de R$ 30 milhões para fazer franquia reversa na hotelaria nacional.

Esplanadeira é a seção da coluna para divulgação de informações de mercado, artes, ação social, esportes e afins, sem qualquer vinculação publicitária ou financeira com este espaço. Sugestões para [email protected]