Irmã de milicianos é nomeada presidente do diretório municipal do PSL no Rio

Valdenice de Oliveira Meliga, a Val, teve o aval do senador Flávio Bolsonaro, que comanda o partido no estado.

Por CÁSSIO BRUNO

Val em uma festa ao lado dos irmãos, do senador Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro
Val em uma festa ao lado dos irmãos, do senador Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro -

Apesar de ter sido afastada da Executiva estadual do PSL do Rio, Valdenice de Oliveira Meliga, a Val, foi nomeada, no último dia 16, presidente do diretório municipal provisório do partido na capital. Teve o aval do do ex-chefe, senador Flávio Bolsonaro, que comanda a legenda.

Em meio à crise provocada pelo ex-motorista Fabrício Queiroz, Flávio tentou evitar maior desgaste e tirou Val da coordenação da Tesouraria do PSL regional. No entanto, a acomodou no diretório da cidade. Ela chegou a assinar cheques de despesas de campanha do senador.

O afastamento de Val da Executiva estadual foi revelado com exclusividade pela coluna Informe do Dia.

Val é irmã dos milicianos gêmeos Alan e Alex Rodrigues de Oliveira, policiais militares presos na Operação Quarto Elemento, que investiga quadrilha de PMs especializada em extorsões.

 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários