Irmã de milicianos é nomeada presidente do diretório municipal do PSL no Rio

Valdenice de Oliveira Meliga, a Val, teve o aval do senador Flávio Bolsonaro, que comanda o partido no estado.

Por CÁSSIO BRUNO

Val em uma festa ao lado dos irmãos, do senador Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro
Val em uma festa ao lado dos irmãos, do senador Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro -

Apesar de ter sido afastada da Executiva estadual do PSL do Rio, Valdenice de Oliveira Meliga, a Val, foi nomeada, no último dia 16, presidente do diretório municipal provisório do partido na capital. Teve o aval do do ex-chefe, senador Flávio Bolsonaro, que comanda a legenda.

Em meio à crise provocada pelo ex-motorista Fabrício Queiroz, Flávio tentou evitar maior desgaste e tirou Val da coordenação da Tesouraria do PSL regional. No entanto, a acomodou no diretório da cidade. Ela chegou a assinar cheques de despesas de campanha do senador.

O afastamento de Val da Executiva estadual foi revelado com exclusividade pela coluna Informe do Dia.

Val é irmã dos milicianos gêmeos Alan e Alex Rodrigues de Oliveira, policiais militares presos na Operação Quarto Elemento, que investiga quadrilha de PMs especializada em extorsões.

 

Comentários