Ideia de trem RJ a SP está de volta

Wilson Witzel quer estreitar relação com Doria

Por Sidney Rezende

Wilson Witzel convidou o governador de São Paulo, João Doria, para passar o Carnaval no Rio
Wilson Witzel convidou o governador de São Paulo, João Doria, para passar o Carnaval no Rio -

 Na edição deste domingo (16), publicamos uma entrevista exclusiva com o governador Wilson Witzel. Por duas vezes, em atos falhos, ele riu de si próprio ao confundir Palácio Guanabara com Planalto. Ainda que 2022 pareça distante, o ex-juiz não esconde que quer ver seu nome indicado pelo PSC à presidência da República.

Mesmo com o estado do Rio enfrentando séria crise financeira, Witzel cultiva boas relações com outros governadores dos chamados "estados endividados". Ele ainda aposta que Bolsonaro receberá o grupo para discutir soluções conjuntas.

No sentido de estreitar diálogo, Witzel convidou o governador de São Paulo, João Doria, para passar o carnaval no Rio de Janeiro. "Nós temos muita coisa em comum", disse. Na cabeça de Witzel, não faz sentido Rio e São Paulo disputarem interesses comuns. "Ora, os paulistas têm escritório de representação pelo mundo, nós também. Vamos somar".

Até a velha ideia do trem que liga as duas capitais foi ressuscitada. "Vamos retomar o projeto. Segundo o ministro Tarcísio (Infraestrutura), um trem de alta velocidade que faria o trajeto em 1h05 ou 1h10 seria um avanço significativo nos transportes, pois a ponte aérea tem dois aeroportos complexos. Se imaginarmos daqui a 10 anos, como vamos estar em termos de economia evoluída, os aeroportos serão sobrecarregados. Um trem ajudaria muito no desenvolvimento e, quem sabe no futuro, chegando até Belo Horizonte".

Antes que o colunista tomasse a iniciativa de mais perguntas, o governador concluiu "integração vem em um bom momento e, antes que você me pergunte, não tem nada a ver com a disputa da eleição presidencial". (risos)

 

Direita do interior mede forças

Deputado federal Delegado Antônio Furtado - DIVULGAÇÃO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

 O deputado federal Delegado Antônio Furtado está organizando o PSL na região sul fluminense. Ele disputa a liderança da chamada "direita do interior" com o também deputado federal Luiz Lima, que ainda está no PSL, mas vai migrar para o Patriotas, caso o Aliança Pelo Brasil, partido do presidente Jair Bolsonaro, não se viabilize. Antônio Furtado já disse que permanece no PSL.

Olhos atentos no eleitorado carioca

 A deputada Martha Rocha (PDT) disse que o eleitor procura um candidato com capacidade de gerir o caos do Rio, e não vai valorizar os extremos nacionais. Ela pretende trazer para o debate temas sociais.

Coronavírus

 O deputado federal Dr. Luizinho foi nomeado coordenador da comissão da Câmara que vai acompanhar os trabalhos dos governos federal, estadual e municipal no controle do coronavírus.

PICADINHO

Intolerância Religiosa: Núcleo de Atendimento às Vítimas em Nova Iguaçu começa a funcionar hoje.

O coronavírus é tema de simpósio hoje no Hospital São Vicente de Paulo, na Tijuca.

Articulação da direita está a todo vapor. Há disputa de candidatos a prefeito e vereador de Itatiaia a Três Rios.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários