Mais Lidas

Festival repleto de atividades gratuitas acontece em quatro pontos do Rio

Shows, palestras e exposição são destaques no Festival de Música, Dança e Cultura Afro-brasileiras

Por tabata.uchoa

Rio - Vai ter shows, espetáculos de dança e teatro, exposição de fotografias e muito papo sobre a cultura negra na sexta edição do Festival de Música, Dança e Cultura Afro-brasileiras, que acontece de hoje a domingo em quatro endereços da cidade. Toda a programação, destaque-se, é gratuita.

Atração do festival%2C a cantora Sandra de Sá participa de um debateDivulgação

A exposição ‘Donde Kilumbo’, do fotógrafo Antonio Garcia, com imagens feitas em Quilombos do Maranhão e em ruas de Salvador e Rio de Janeiro, já está em cartaz no Espaço Cultural Cedin Heloneida Studart (Rua Camerino 51, Centro). O Teatro Dulcina (Rua Alcindo Guanabara 17, Centro) recebe apresentações musicais de Luiza Dionízio e Maurício Tizumba, hoje; e de Gabriel Moura e do grupo Dá no Coro, amanhã, sempre a partir das 19h.

A partir de quarta-feira, sempre às 18h, um seminário discute o tema ‘125 anos de Abolição: Lutas, Legados, Caminhos e Propostas’, no auditório da Associação Comercial do Rio de Janeiro (Rua Candelária 9, Centro). Na mesa, destaque para a cantora Sandra de Sá, mas desta vez não para soltar o vozeirão.

“Já tentamos outras vezes que ela viesse para cantar, mas a agenda nunca deu. Dessa vez, conseguimos ela como palestrante. Acredito que ela esteja nos shows para prestigiar e, de repente, até dê uma canja”, aposta Armando Daudt, idealizador e produtor do festival.

Completam a programação as oficinas de maracatu, teatro, fabricação de instrumentos musicais, artesanato, canto e dança afro, no Museu da República (Rua do Catete 153, Catete), a partir de quinta-feira, sempre das 11h às 15h. “Ainda chegará o dia em que não vamos mais precisar destacar ‘cultura negra’. Vamos apenas falar ‘cultura brasileira’”, aposta Daudt.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia