Francisco Albuquerque, de Campo Largo, no Paraná - Reprodução / Instagram
Francisco Albuquerque, de Campo Largo, no ParanáReprodução / Instagram
Por IG - Gente

Francisco Albuquerque, de Campo Largo (PR), começou a ajudar o seu padrasto nas obras quando ainda tinha 15 anos, mas sempre sonhou com as passarelas. As fotos que o servente de pedreiro passou a postar no seu Instagram começaram a chamar atenção pela sua beleza. 

Neste ano, a tão sonhada carreira como modelo parece estar próxima. É que Francisco conseguiu um contrato com uma agência de modelos local e chegou a posar para alguns ensaios fotográficos. No ano passado, ele foi selecionado para um reality show chamado "Curitiba Top Model" sobre a trajetória de modelos que sonham com o sucesso na carreira.

"Fui selecionado entre mais de mil candidatos. É uma oportunidade incrível. Será a chance de me tornar um modelo internacional”, argumenta Francisco. "A produção do programa, no entanto, foi interrompida em função da pandemia", disse em entrevista divulgada nesta quarta-feira pela revista Vogue.

Enquanto espera a grande chance, Francisco compartilha sua história de vida nas redes sociais para seus seguidores no Instagram. Em sua conta na rede social (@pedreiromodel), o paranaense posta diversas fotos super bem produzidas e mostra que segue trabalhando firme para conquistar o seu sonho.

"Eu mostro minha trajetória para inspirar outras pessoas com o que aprendi no caminho. Também uso [as redes sociais] para me divertir. Neste ano, porém, estou usando as plataformas como ferramenta de trabalho", disse na entrevista.

Por enquanto, por causa da pandemia, a carreira de modelo de Francisco segue nas redes sociais. “Tive de interromper meu sonho de ser modelo por enquanto porque os trabalhos de modelo e ator foram cancelados. Eles já eram poucos e, agora, com a pandemia, estão ainda mais escassos. Enquanto isso, sigo como servente de pedreiro por escolha e necessidade”.

Por lá, o ex-servente de pedreiro ainda mostra que, mesmo com a fama vindo, ele não esquecerá das suas origens. No Dia das Mães, ele inclusive escreveu um longo texto agradecendo sua família. "Empilhando tijolos pra chegar na lua...", disse.

Você pode gostar
Comentários