Ana Hickmann
Ana Hickmannreprodução do instagram
Por O Dia
Rio - Ana Hickmann resolveu abrir o coração para compartilhar planos para o futuro em seu canal no YouTube e refletir sobre chegar aos 40 anos. A apresentadora admitiu que gostaria de fazer botox e comentou o desejo de ser mãe novamente.

"Este ano eu quero fazer plástica. Esse é um fato consumado na minha vida, já estou planejando. Já sei o que vou consertar. A comissão de frente está horrorosa. Além de fazer plástica, quero dar uma caprichada no botox, uma 'prevençãozinha'. Vou fazer botox, já estou assumindo aqui", brincou.


Ana também contou que gostaria de fazer uma tatuagem. "Este ano eu pretendo fazer minha segunda tatuagem. Acredito que a tatuagem, no meu caso, seja para marcar momentos e coisas muito fortes e importantes que aconteceram", explicou.

A apresentadora foi além e revelou o sonho de infância de dirigir caminhão, dizendo que pretende tirar habilitação. "Quero ser caminhoneira. Desde menina, sempre achei o máximo. Meu avô tem caminhão, meus tios são caminhoneiros, meu primo é caminhoneiro... sei dirigir trator", contou, antes de falar sobre o curso de gastronomia que pretende fazer. "Este ano vou fazer um curso de gastronomia. Sei cozinhar, gosto de cozinhar, mas quero aprender mais, aperfeiçoar a forma de cozinhar e saber misturar as coisas", anunciou.

Ainda falando sobre futuro, Hickmann avisou que pretende ficar ruiva e fazer uma cerimônia de casamento. "Não sei como vou conseguir fazer isso, mas eu vou. Contra tudo e contra todos, em algum momento deste ano vou fazer isso. E quero casar de noiva, isso é uma promessa, um fato consumado dentro de mim. Já sei quem vai fazer meu vestido e fico imaginando um monte de coisa. Quando eu completar 25 anos de casada, daqui a dois anos, casarei de noiva", disse.

Ana, que é casada com Alexandre Correa e mãe de Alexinho, de 7 anos, também deixou claro o desejo de ser mãe pela segunda vez. "Não vou entrar em detalhes, mas quero muito aumentar a família. Adoro crianças e acho que meu filho merece um irmão ou uma irmã. Só que na vida nem tudo acontece como a gente gostaria. Eu não sei como e quando isso vai acontecer, mas é uma vontade, um desejo, mas é algo que não quero mais ficar me cobrando. E se Deus achar que é a hora ou a forma certa, seja de um jeito ou de outro. Se Ele também achar que a gente tem outras missões para cumprir e que nossa família está fechada, está tudo bem", desabafou.

"Vivo para família, mas acho que a gente não pode se cobrar. Não quero chorar, não é para chorar agora. Eu brinco muito com isso, mas é um assunto sério, que toca a mim e ao Alexandre também", revela. "Deixa eu me recuperar. Fiquei emocionada. Não estou grávida para ficar emocionada assim, mas é um assunto que mexe comigo", completou.