Mais Lidas

Com belas alegorias, São Clemente faz desfile irregular na Sapucaí

Segunda escola a desfilar não conseguiu levantar público no Sambódromo

Por pedro.logato

Rio - Embalado pelo animado samba-enredo que conta uma polêmica envolvendo o monarca francês, Luis XVI, que viveu no século XVII, e o seu ministro do tesouro, que construiu um belo palácio, deixando o Rei Sol furioso, a São Clemente passou com uma característica diferente da maioria das escolas do Grupo Especial. Com carros menores, mas muito bem acabados, a escola da Zona Sul conseguiu concluir um bom desfile plasticamente, mas cometeu erros que podem prejudicar a agremiação. Os pontos negativos ficara, por conta dos quesitos harmonia e evolução.

São Clemente foi a segunda escola a desfilar nesta segunda-feiraMárcio Mercante / Agência O Dia

Segunda escola a pisar na Sapucaí nesta segunda-feira, a São Clemente fez um desfile com a cara da sua carnavalesca, a supercampeã Rosa Magalhães. Com alegorias de belíssimo acabamento, porém, sem gigantismo, a escola da Zona Sul trouxe muita alegria a Marquês de Sapucaí. As fantasias também tiveram a marca de Rosa, rústicas e muito bem acabadas.

O andamento da escola ficou comprometido pelo chão, novamente deficiente. Apesar de divertido, o samba-enredo também acabou por não empolgar a Sapucaí. A evolução da escola também teve problemas por conta de uma falha no penúltimo carro, que acabou deixando um buraco grande na altura da cabine dupla de jurados.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola, formada por Fabrício Pires e Denadir Garcia, também apresentou problemas na execução por conta de uma pena na fantasia de Denadir, que agarrou na bandeira dela.   

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia