Botafogo não pode dar mole em Salvador

Alberto Valentim diz que o time tem que estar muito atento na defesa e ser cirúrgico no ataque para derrotar o Bahia, amanhã

Por

Valentim conversa com os jogadores no Nilton Santos: em busca da primeira vitória atuando fora do Rio
Valentim conversa com os jogadores no Nilton Santos: em busca da primeira vitória atuando fora do Rio -

Rio - O mau desempenho do ataque do Botafogo vem irritando a torcida e Neste domingo, diante do Bahia, penúltimo colocado na tabela, há ainda uma outra missão: vencer pela primeira vez jogando fora do Rio.

"Quando você tem poucas oportunidades, tem de ser cirúrgico", avisou Valentim. Ele advertiu que o Bahia será um rival complicado, principalmente na Fonte Nova. "É muito forte em casa, precisamos estar bem atentos. Temos que errar menos na defesa e no ataque", destacou.

Irregular, o Botafogo ainda não emplacou duas vitórias seguidas na competição. Fato que preocupa pela proximidade da zona de rebaixamento o Alvinegro está a quatro pontos do Atlético-PR, primeiro clube no Z-4. "Temos que fazer com que vitórias em sequência venham com boas atuações e, agora, buscar recuperar os pontos perdidos em casa fora.

GRINGOS DE OLHO EM MATHEUS

No treino de hoje, o técnico vai definir o time. E espera poder contar com o zagueiro Yago, que sofreu um choque de cabeça no jogo com o Ceará e já está liberado. "Yago é um guerreirão, já quer treinar, mas o tempo de recuperação precisa ser respeitado. Não o descarto para o jogo.". Já o argentino Carli, que levou uma pancada nas costelas, tem poucas chances de ser relacionado.

Apesar de não ter participado dos dois últimos jogos, Matheus Fernandes segue na mira de clubes do exterior. Antes da pausa para a Copa, o volante será observado por agentes do Arsenal, da Inglaterra, e do Villarreal, da Espanha. A expectativa é que Matheus Fernandes participe dos compromissos diante do Bahia, amanhã, e do Atlético-PR, na quarta-feira.

Quando renovou ate o fim de 2020 o vínculo do volante, a diretoria estipulou a multa rescisória para clubes do Brasil em R$ 100 milhões. Para os do exterior, são R$ 130 milhões. Recentemente, o Lille, da França, também mostrou interesse em contratar o jogador.

 

Comentários