Diretor de presídio é exonerado por suposto privilégio de Diego Souza em visita a amigo

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, sindicância foi aberta para apurar os fatos

Por LUCAS FELBINGER E YURI EIRAS

Diego Souza tem um gol pelo Botafogo: mais uma oportunidade de quebrar jejum que vem desde 21 de março
Diego Souza tem um gol pelo Botafogo: mais uma oportunidade de quebrar jejum que vem desde 21 de março -
Rio - Thiago Frederico Martins de Oliveira foi exonerado do cargo de diretor do presídio Tiago Teles de Castro Domingues, em São Gonçalo, dias após o atacante Diego Souza, do Botafogo, visitar um amigo no local. Uma sindicância foi aberta para averiguar uma possível facilitação da entrada do jogador. A informação foi divulgada inicialmente pelo site "Globo Esporte" e confirmada pelo DIA.
Procurada pela reportagem, a assessoria informou que Diego foi ao local acompanhado de um sobrinho e passou por todos os trâmites, como Raio-X, revista e cadastro. O único privilégio do atleta teria sido não enfrentar fila.
Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que as visitas extraordinárias são de responsabilidade do diretor de cada unidade, mas negou que a exoneração de Tiiago tenha se dado por esse motivo e afirmou que "uma sindicância foi aberta para apurar os fatos". A visita de Diego Souza foi a Leandro de Deus Pereira, preso há cerca de um ano pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis.

Comentários