STJD marca julgamento para definir se acata pedido do Botafogo de anular jogo

Glorioso alega uso irregular de VAR no pênalti que garantiu a vitória por 1 a 0 do Palmeiras, pelo Brasileiro

Por O Dia

Botafogo e Palmeiras
Botafogo e Palmeiras -
Rio - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para o dia 18 de junho o julgamento do pedido do Botafogo de anular o jogo contra o Palmeiras, no Mané Garrincha. O processo será julgado em Salvador, na sessão itinerante organizada pelo tribunal.
O agendamento aconteceu após o relator do caso, Decio Neuhaus, receber o relatório da CBF sobre o VAR na partida, além de áudios e imagens. Por enquanto, os advogados de Botafogo e Palmeiras poderão apenas ter acesso ao material, mas sem fazer cópias.
Até o julgamento, a partida entre Botafogo x Palmeiras, dia 25 de maio no Mané Garrincha, está sub judice. O Glorioso entrou na justiça pedindo a anulação por causa do uso irregular do VAR, visto que o árbitro Paulo Roberto Alves Junior já havia determinado o reinício do jogo quando decidiu analisar as imagens pelo VAR, o que é proibido, e acabou marcando pênalti a favor dos paulistas. Na cobrança, Gustavo Gómez fez o gol da vitória.
No pedido de anulação, o Botafogo alegou erro de direito, já que o VAR não poderia ser utilizado.

Comentários