Barroca lamenta derrota no Nilton Santos e projeta 'grande jogo' na Sul-Americana

Alvinegro carioca foi derrotado em casa e chegou a três jogos sem vencer no Brasileirão

Por O Dia

21/07/2019 - Botafogo x Santos pela 11 rodada do Campeonato Brasileiro no Estadio Engenhao no Rio de Janeiro. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O Diad
21/07/2019 - Botafogo x Santos pela 11 rodada do Campeonato Brasileiro no Estadio Engenhao no Rio de Janeiro. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O Diad -
Rio - O Botafogo foi derrotado pelo Santos na manhã deste domingo no Estádio Nilton Santos por 1 a 0, com direito a golaço de Marinho. Com o resultado negativo, o Alvinegro carioca chega a três partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro. Enquanto a equipe paulista segue na luta pelo título e igualou o número de pontos com o líder Palmeiras.
Após a partida, Eduardo Barroca, concedeu entrevista coletiva e falou sobre a atuação da equipe. O treinador destacou a dificuldade do confronto e lamentou por não ter conseguido dominar o jogo. Vale lembrar que o Botafogo teve um homem a mais durante 20 minutos.
''Foi um jogo difícil, a sequência é difícil. O Santos começou melhor, mas igualamos e melhoramos. Tivemos chances, chutes de fora da área, escanteio. No segundo tempo o Santos teve um expulso. Até perdermos o Gilson, não conseguimos transformar esse homem a mais em domínio. Após a nossa expulsão, o jogo ficou aberto. Marinho foi feliz na individualidade, bola difícil de acertar. Derrota que a gente não esperava. Trabalhamos firme para dentro de casa vencer, mas precisamos virar a chave. Temos que tirar uma lição para colocar em prática os ajustes necessários''.
Ainda sobre o jogo contra o Santos, Barroca assumiu que a equipe está com dificuldade na criação de jogadas, mas acredita na melhora do time para a sequência do Brasileirão. 
''Temos tido dificuldade na transição do meio para a frente com o controle do jogo. Tivemos nove escanteios, muita finalização bloqueada. Estamos com dificuldade de encontrar clareza para transformar o controle em oportunidades. Responsabilidade minha encontrar as soluções. Preciso encontrar a forma de fazer com que a gente crie mais chances. Não sou homem de fugir de responsabilidades''.
Questionado sobre o próximo compromisso do Alvinegro, contra o Atlético-MG, pela Sul-Americana, Barroca frisou a importância da competição e entende que jogos do Campeonato Brasileiro serve como preparação para fazer grande partida na próxima quarta-feira, novamente no Nilton Santos.
"Sul-Americana é muito importante para nós, em meio a jogos complicados pelo Brasileiro. Temos que aprender com algumas coisas para fazer um grande jogo''
Peguntado sobre Sampaoli, Barroca elogiou o trabalho do técnico argentino e falou sobre as semelhanças no estilo de jogo das equipes.
"Filosofia tem a ver com o treinador, mas também clube que está e jogadores que tem. Sampaoli faz muito saída com três, eu não faço muito. Mas você olha o Santos jogar e vê um bom futebol. Tem predominância técnica. E a gente também, gosto de futebol assim. Respeito muito a história dele, o trabalho que vem fazendo''
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários