Após derrota, sede do Botafogo amanhece com muros pichados

Glorioso perdeu para o Fortaleza

Por Lance

Três derrotas seguidas levaram grupo de torcedores a protestar
Três derrotas seguidas levaram grupo de torcedores a protestar -
Rio - A derrota por 1 a 0 para o Fortaleza, na última segunda-feira, pode ter esgotado a paciência de parte da torcida do Botafogo com o time. Nesta terça-feira, dia seguinte à partida válida pela 22ª rodada do Brasileirão, os muros de General Severiano, sede do clube, localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro, amanheceram pichados com frases de protestos e pedidos de saída do treinador Eduardo Barroca.

As inscrições chamavam o time de "sem vergonha", além de mostrar indignação com a diretoria. Pedidos para que os irmãos Moreira Salles assumissem o clube também puderam ser lidos nos muros.

Com o revés diante do Fortaleza, o Botafogo sofreu a terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. O time segue estacionado com 27 pontos na tabela e vê cada vez mais distante o sonho de classificação para a Copa Libertadores da América do próximo ano. O Alvinegro é 12º colocado na competição nacional.

Comentários