Zagueiro do Botafogo acusa ex-Vasco de racismo em campo: 'Me chamou de preto de m****'

Jogador alvinegro revela que quase foi expulso em clássico

Por O Dia

Benevenuto marca Maxi López em clássico
Benevenuto marca Maxi López em clássico -
Rio - O zagueiro Marcelo Benevenuto, do Botafogo, fez graves acusações ao atacante Maxi López, ex-Vasco. Segundo o defensor, durante um clássico entre as equipes cariocas em 2019, pela Taça Rio, o argentino chegou a lhe proferir ofensas raciais.
"Se o jogo não acaba, eu seria expulso. Eu até fiz o gol. Se eu tivesse a oportunidade de jogar com ele de novo... Eu estava marcando ele e estava marcando colado mesmo. Mas não estava batendo, nada. Estava junto. Ele me xingou. Primeiro, fez uma falta em mim dentro da área (de defesa), me empurrou e eu caí de costas. Depois, quando eu estava marcando, ele ficava empurrando e xingando: "preto de m..., preto de m...", relatou Marcelo ao "Canal do TF".
Marcelo definiu Maxi como o jogador "mais escroto" que enfrentou em sua carreira.
"Não falei nada porque queria encontrar ele em um próximo jogo contra eles, mas não aconteceu. Único cara escroto que joguei contra foi ele. Fiquei doido com ele, mas acabou que não fiz nada. Nem tinha falado nada com ninguém. Tentei ignorar, mas fiquei remoendo isso em casa por um tempão. Fiquei esperando jogar contra ele, mas ele saiu do Vasco", completou.

Comentários