Honda se diz assustado com possível retorno do futebol: 'Presidente e o governador querem'

Japonês mostrou preocupação com situação do Brasil

Por O Dia

Honda
Honda -
Rio - Principal jogador do Botafogo, Keisuke Honda utilizou o portal Now Do, plataforma criada pelo japonês para apoiar projetos educacionais pelo mundo, para afirmar que vê com preocupação o possível retorno do futebol no Brasil, que pode acontecer em breve.

"O presidente e o governador querem voltar (com o futebol). A saúde vem em primeiro lugar, e a economia depois. Não chegamos ao pico no Brasil e parece que o campeonato vai recomeçar. Quero jogar, mas por outro lado temos que ter cuidado", afirmou.
O japonês de disse assustado com o crescimento do número de contaminados e mortos no Brasil. Honda ainda afirmou que sabe que há interesses econômicos, mas voltou a se manifestar em favor do combate a pandemia em primeiro lugar.

"O número de infectados está crescendo e penso que não devemos ser otimistas. Precisamos evitar a disseminação da doença o máximo que pudermos. Claro que estou assustado, todo mundo está assustado, mas também sei que temos que continuar com nossas vidas e com as atividades econômicas", disse.

Comentários