Autuori vê Carioca como 'carta marcada' e diz que chegou a pedir demissão do Botafogo

Treinador foi convencido a mudar ideia nesta semana

Por O Dia

Paulo Autuori
Paulo Autuori -
Rio - Um dos principais críticos da retomada do Carioca, o treinador Paulo Autuori quase deixou o seu cargo no Botafogo. Em entrevista ao jornal "O Globo", o comandante afirmou que chegou a pedir demissão do comando técnico do Glorioso por ser contra a volta do futebol.
"Eu pedi pra sair. Ontem [quarta-feira, 24] é que decidi que não ia mais, porque me convenceram que podia prejudicar o Botafogo. O que ele falou foi a verdade. Apenas senti o quão difícil poderia ser para eles e eu tive que me sacrificar para não prejudicar. Mas meu objetivo era não dar continuidade. Dizer: não quero participar disso", afirmou.
Além disso, o experiente técnico, de 63 anos, se disse pouco otimista em relação ao futuro da competição e fez críticas pesadas da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro).
"Isso é uma bandalheira que está acontecendo. A federação chamou os clubes pra tomar decisão deixando Botafogo e Fluminense de lado, convocando reunião na calada da noite, às escondidas. Eu acho que esse campeonato é carta marcada", disse.

Comentários