Paulo Autuori volta a criticar o Cariocão: 'Não há clima, deram muitos tiros no pé'

Técnico do Botafogo comentou que não tem como motivar o elenco para jogar a semifinal

Por O Dia

Paulo Autuori treina a equipe contra o Fluminense. Botafogo precisa vencer para ir à final
Paulo Autuori treina a equipe contra o Fluminense. Botafogo precisa vencer para ir à final -
Rio - Suspenso pela Ferj por criticar a volta do Campeonato Carioca, o técnico Paulo Autuori voltou a reprovar o torneio na última quinta-feira. Em entrevista ao 'Debate Final', da Fox Sports, o comandante do Alvinegro afirmou que não há clima para disputar a reta final da competição. O Botafogo encara o Fluminense, no próximo domingo, pela semifinal da Taça Rio.

"Essa pergunta é ótima e respondo rapidamente: não há clima. Não sabíamos onde iríamos jogar, me parece que não terá público, resume o que tem sido o futebol brasileiro. Não falo de pessoas, mas em termos conceituais. Aqui no Brasil quando há discordâncias conceituais viram problemas pessoais. Reflete o catastrófico momento do futebol do Rio de Janeiro, confundindo ações políticas com o desporto", disse Autuori, que completou:

"O Botafogo foi punido porque cobraram dez vezes mais do clube e do Fluminense, em relação a Flamengo e Vasco. É retaliação clara, de gente que não tem argumento e se manifesta através da força. As perguntas não foram respondidas, porque não há como responder. A pergunta é o que será dos clubes de menor porte no ano que vem, após o que aconteceu? O tiro saiu pela culatra, se perderam completamente, o que demonstra o despreparo das pessoas quando são questionadas", encerrou.

Comentários