O empate basta para avançar na Copa do Brasil

Com a vantagem de 1 a 0 construída em março, o Botafogo volta a encarar o Paraná na retomada da competição

Por O Dia

Cobiçado pelo Internacional, Pedro Raul deve estar de volta ao time titular no 
jogo de hoje
Cobiçado pelo Internacional, Pedro Raul deve estar de volta ao time titular no jogo de hoje -

Depois de passar no teste das primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Botafogo volta as atenções para a Copa do Brasil, maior esperança de título na temporada. O Glorioso enfrenta hoje o Paraná, às 19h, no Durival Britto, e precisa de um empate para garantir uma vaga na quarta fase da competição. 

Nos duelos com os elencos mais badalados do Brasil, Atlético-MG e Flamengo, o Alvinegro teve atuações convincentes, com vitória por 2 a 1 sobre o primeiro e empate 1 a 1 com o rival, com um gol sofrido no último minuto. Desta vez, o adversário não parece tão forte, apesar de liderar a Série B do Brasileiro.

No entanto, o time de Paulo Autuori tem apresentado problemas justamente nesses jogos em que precisa se impor. Nas duas primeiras partidas no Brasileiro, por exemplo, as atuações foram ruins contra Bragantino (1 a 1) e Fortaleza (0 a 0), ambos fora de casa. No Carioca, a equipe teve dificuldade contra os pequenos, foi derrotado por Madureira e Volta Redonda e nem sequer se classificou para as semifinais de turno.

O estilo de jogo reativo — quando o time prioriza a defesa e apostas nos contra-ataques — deu certo nos últimos compromissos, mas agora o Botafogo entra em campo com status de favorito e levanta dúvidas sobre qual será a postura em campo. Autori vai continuar priorizando a estratégia que tem dado certo ou, contra um adversário menos badalado, vai arriscar propor o jogo? 

Mudanças na escalação

Com a vantagem de 1 a 0 no primeiro jogo, gol de Luiz Fernando, em março, o Alvinegro pode se dar ao luxo de não arriscar e explorar os erros do adversário, que precisa de pelo menos dois gols para se classificar. O empate é do Botafogo e uma derrota por um gol leva a decisão para os pênaltis.

É provável que o time volte a campo com mudanças na escalação, o que já virou rotina nos últimos jogos. Desde o retorno do futebol após a pausa da pandemia, Autuori não repetiu a escalação nenhuma vez. Após marcar um golaço no clássico, Pedro Raul deve retomar a titularidade no lugar de Matheus Babi. 

Comentários