Expulsão de Messi gera irritação da torcida com árbitro: 'vai tomar no c...'

Argentino recebeu o cartão vermelho após levar três encaradas seguidas do chileno Medel, também expulso

Por Lance

Messi
Messi -
São Paulo - A maior parte do público na Arena Corinthians para assistir à disputa do terceiro lugar na Copa América tinha como desejo ver Messi. O sonho durou pouco: o camisa 10 recebeu um cartão vermelho contestável aos 36 minutos, depois de uma confusão com o chileno Medel, também expulso. A torcida se revoltou com a decisão.

O lance ocorreu quando a Argentina já vencia o Chile por 2 a 0 - Agùero, após assistência de Messi, e Dybala fizeram os gols. Depois de uma disputa com craque do Barcelona, Medel deu seguidas peitadas no argentino, fora do campo. Messi não revidou, mas recebeu o cartão vermelho na confusão, junto do camisa 17 chileno.

A reação imediata foi de irritação do público, que compareceu em bom número na fria tarde de sábado em Itaquera. Quando o sistema de som da Arena anunciou os cartões, aquele dado a Messi ocasionou vaias, e o de Medel, aplausos. Quando a partida foi reiniciada, o coro foi: "ei, juiz, vai tomar no c...".

O fim da campanha argentina na Copa América foi marcado por reclamações com a arbitragem. Na semifinal contra o Brasil, a seleção reclamou de um pênalti não marcado em Agüero, quando o jogo ainda estava 1 a 0 para a equipe anfitriã - Roberto Firmino, no fim, fez 2 a 0.

Messi foi um dos jogadores que fizeram críticas públicas no Mineirão.

"Espero que a Conmebol faça algo, embora creia que não faça nada, porque o Brasil controla tudo, é muito complicado", falou o camisa 10 na ocasião.

Este é apenas o segundo cartão vermelho recebido por Messi em toda sua carreira, contando seleção e Barcelona. A outra expulsão havia ocorrido no amistoso entre Argentina e Hungria, em 2005.