Beneficiários da RBC recebem primeiro lote

É importante destacar que a Prefeitura aumentou o benefício de 130 para 300 mumbucas mensais durante a pandemia da Covid- 19.

Por O Dia

Moeda Mumbuca
Moeda Mumbuca -
Maricá - Os beneficiários do programa Renda Básica da Cidadania (RBC), com nomes iniciados pelas letras A, B e C, receberam ontem, o primeiro lote de 300 Mumbucas (equivalente a R$ 300). Para evitar aglomerações, está sendo feito de forma fracionada com cinco datas diferentes – a primeira foi nesta segunda, e a última será no dia 05/06. É importante destacar que a Prefeitura aumentou o benefício de 130 para 300 mumbucas mensais durante a pandemia da Covid- 19.

“O nosso objetivo é evitar aglomerações nos bancos, farmácias e comércio em geral de Maricá. Hoje foi o primeiro lote, que ocorreu de forma tranquila. A expectativa é que os próximos também sejam. A população entendeu o objetivo e não houve problema, tudo aconteceu com todas as medidas sanitárias sendo tomadas”, disse o secretário de Economia Solidária, José Carlos de Azevedo.

De acordo com o gerente de uma drogaria no Centro, Jardel Rezende, o benefício é utilizado constantemente na loja. “Hoje cerca de 30% das vendas são através da Moeda Mumbuca, e com a paralisação do comércio aumentaram ainda mais as vendas através da moeda, ajuda todo mundo”, contou.

“O aumento do benefício foi ótimo, agora eu ainda consigo virar o mês guardando para emergências”, é o que conta a diarista Eliane de Castro, de 32 anos. Ainda de acordo com a diarista, é o benefício que a faz conseguir manter sua família, composta por ela e seus três filhos, Isabela, Gabriela e Emanuel. “Meu benefício é fundamental para manter tudo em dia, eu utilizo em farmácia, mercado, fralda, leite e coisas que uso no dia a dia”, completou.

Quem precisou ir nas agências bancárias do Centro também pode lavar as mãos com água e sabão e higieniza-las com álcool 70%, nas tendas montadas pela prefeitura na Rua Ribeiro de Almeida (conhecida como rua dos bancos). Agentes da Comissão de Defesa dos Bairros (CDB) orientam as pessoas que estão na fila das bancárias, a manter uma distância segura, evitando a aglomeração e reduzindo a possibilidade de proliferação do novo coronavirus.

Para a dona de casa Ana Carolina Braz, de 26 anos, moradora do bairro da Amizade, a continuidade das medidas sanitárias são extremamente importantes. “Essas ações são importantes para que todo mundo fique protegido, eu agora, quando preciso, até saio de casa mais tranquila”, afirmou.

Comentários