Preso terceiro suspeito de ataques transfóbicos na Praça da Cantareira

Caio Portilho Pereira foi encontrado em Macaé e levado para 123ª DP

Por O Dia

Agressões aconteceram em fevereiro e junho de 2019; outros dois suspeitos foram detidos em dezembro
Agressões aconteceram em fevereiro e junho de 2019; outros dois suspeitos foram detidos em dezembro -
Niterói - Terceiro suspeito de participar da agressão brutal a três transexuais na Praça da Cantareira em fevereiro e junho do ano passado, Caio Portilho Pereira, de 37 anos, foi preso na última quinta-feira em Macaé. Os outros dois, Lucas Frazão Manoel e Roberto Ramalho Gomes Correia da Silva, foram presos no dia 5 de dezembro pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância. Caio também teve a prisão decretada na época, mas estava foragido.
O mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça em dezembro do ano passado, foi cumprido no bairro macaense de Granja dos Cavaleiros depois que a polícia passou a monitorar o carro usado pelo suspeito. O trio é acusado de participar de dois episódios de transfobia, em 24 de fevereiro e 28 de junho. O ataque foi tão grave que uma das vítimas perdeu temporariamente a consciência.
Caio foi levado para a 123ª Delegacia de Polícia e será transferido para o presídio em Campos dos Goytacazes. O indiciado vai responder pelos crime de tentativa de homicídio e roubo.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários