As ações públicas de doação visam aumentar o número de doadores a fim de regularizar os estoques de sangue e atender a todos que precisam - Imagem Internet
As ações públicas de doação visam aumentar o número de doadores a fim de regularizar os estoques de sangue e atender a todos que precisamImagem Internet
Por Luciana Guimarães
Publicado 29/09/2020 12:08 | Atualizado 06/10/2020 00:12
Niterói - Encerra amanhã o prazo para quem quiser participar da campanha  ‘Doe Sangue, perto de você’.
A Clínica de Hemoterapia de Niterói, em parceria com diferentes instituições dos municípios de São Gonçalo e Niterói, promove ação como um esforço contínuo em aumentar armazenamento que está cada vez menor. Estratégia visa regularizar os estoques de sangue e atender a todos que precisam.

A ação pública de coleta de sangue pode ser realizada em condomínios, instituições, entre outros espaços, mediante prévio agendamento. Todos os protocolos de segurança estão sendo seguidos e a seleção daqueles que podem doar ficou mais criteriosa em função da pandemia.
Publicidade
A doméstica Marcelle C. Marins de 41 anos é doadora frequente e enxerga na iniciativa uma maneira de conscientizar as pessoas: "Doar sangue é um ato de amor. De generosidade. É a minha maneira de com meu pequeno gesto, salvar inúmeras vidas."

Os interessados em participar da campanha poderão entrar em contato via telefone 2621-9100 ou direct no perfil do instagram @doacaodesangue. Para doar sangue é necessário estar em boas condições de saúde e alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente.

Importante evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e respeitar o prazo de 12 horas para o caso de bebidas alcoólicas. Se estiver com sintomas de gripe ou resfriado, ou tiver tomado vacina recentemente, não deve doar temporariamente.

Entre as medidas preventivas necessárias estão a lavagem e higienização das mãos com álcool gel; distribuição de máscara para os doadores, e a higienização regular de assentos e quaisquer outros elementos físicos, além de orientações aos doadores.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que pelo menos 3 a 5% da população de cada país deve ser doadora de sangue, mas o Brasil está bem abaixo a meta: 1,9% dos brasileiros entre 16 e 69 anos doam sangue, segundo dados recentes divulgados pelo Ministério da Saúde. Se aplicada esta taxa à população do Brasil deste ano (207,7 milhões de habitantes), é certo dizer que pouco menos de 4 milhões são doadores.

Isso não significa, porém, que o Brasil doa pouco sangue, mas sim que poderia doar mais. 
Publicidade
Onde ir:

Primeira Igreja Batista de Trindade
29 e 30 de setembro, agendamento pelos números (21) 9 9541-1397 ou (21) 2702-6400
Endereço: Rua Vicente de Lima Cleto, 357, Nova Cidade – São Gonçalo