Por thiago.antunes

Rio - A Câmara de Vereadores aprovou no início da noite desta quinta-feira, em sessão extraordinária e votada às pressas, Projeto de Lei Complementar (PLC) que cria o Parque Natural Municipal da Barra da Tijuca e aumenta o gabarito em toda a região, permitindo mais três pavimentos em prédios residenciais e cinco pavimentos em hotéis.

O PLC foi aprovado com 28 votos a favor e apenas sete contrários, dos vereadores Cesar Maia, Eliomar Coelho, Brizola Neto, Renato Cinco, Paulo Pinheiro, Rosa Fernandes e Jefferson Moura.
“Nada se compara, do ponto de vista moral, com este projeto. Que não se delegue ao poder público o direito de vender o patrimônio do povo”, criticou Cesar Maia.

A alteração do gabarito será feita através de uma transferência de potencial construtivo de áreas onde já não se poderiam erguer edificações. “Como é que vão transferir potencial de uma área onde não se pode construir para outra? Depois a gente não sabe porque o povo, do lado de fora desta Casa, se refere à Câmara de Vereadores como uma casa de ladrões”, esbravejou Eliomar Coelho.

Você pode gostar