Polícia investiga morte de jovem no Aeroporto Internacional do Galeão

Lucas da Conceição Teixeira morreu no último sábado, esmagado por um elevador de carga. Ele trabalhava para uma empresa que fornece alimentos para as companhias aéreas

Por paulo.gomes

Rio - Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional (DAIRJ) instauraram um inquérito para apurar a morte do jovem Lucas da Conceição Teixeira, de 21 anos, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. De acordo com informações, no último sábado, o jovem que trabalhava como auxiliar de pista da empresa que fornece alimentos para as companhias aéreas, morreu esmagado por um elevador de carga.

Segundo a nota oficial da ComRio (Comissária Rio Alimentação, Serviços e Logística), Lucas estava na empresa há quatro meses e havia feito treinamentos ministrados pela Infraero. Porém, a nota destaca que o jovem morreu "dentro de um elevador exclusivo para transporte de cargas que fica em uma área onde ele não estava habilitado para atuar".

Já a assessoria do Rio Galeão, concessionária responsável pelo aeroporto, afirmou que a área do acidente é alugada para a ComRio e que o elevador funcionava normalmente. Lucas foi sepultado no início da tarde desta segunda-feira, no Cemitério do Caju, na Zona Portuária.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia