Procon abre processo investigativo contra a Cedae

Empresa terá que explicar como conseguiu aumentar em 50% a quantidade de coliformes fecais na água fornecida aos consumidores

Por karilayn.areias

Rio - O Procon Estadual abriu um processo de investigação contra a Cedae. A empresa terá que explicar como conseguiu aumentar em 50% a quantidade de coliformes fecais na água fornecida aos consumidores. 

O fornecimento de água contaminada interfere diretamente na qualidade de vida dos usuários sendo vetor de propagação de diversas doenças como hepatite tipo A, gastroenterite, poliomielite e diarréia.

O processo foi aberto no dia 16 deste mês. A Cedae tem 15 dias para se justificar, ou seja, o prazo vence na primeira semana de agosto. Caso a empresa não cumpra esse prazo poderá ser multada. A investigação tem o objetivo de apurar se há e qual é a responsabilidade da Cedae nessa denúncia. 

Cedae está sendo investigada em processo aberto pelo Procon Estadual Divulgação




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia