Perseguição com sequestro termina com suspeito morto na Pavuna

Irmão de PM foi levado com veículo roubado em Nilópolis. Rodrigo Sales Leite, 20, morreu após confronto na localidade Caminho do Padre, no acesso ao Morro do Chapadão

Por marcello.victor

Rio - Um homem suspeito de ter ligação com o tráfico de drogas foi morto por policiais do Regime Adicional de Serviço (RAS), a serviço do 20º BPM (Mesquita), na Pavuna, Zona Norte do Rio, após uma perseguição a um carro roubado onde estava o irmão de um policial militar, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, no fim da noite desta quinta-feira. Ele seria do Morro do Chapadão, em Costa Barros. O veículo da vítima foi recuperado e ela foi libertada sem ferimentos. Uma pistola 9mm foi apreendida. Outros três suspeitos conseguiram fugir.

De acordo com o Serviço Reservado (P-2) do 20º BPM, a guarnição do RAS iniciou a perseguição ao Hyundai ix35 no bairro Paiol, em Nilópolis, após receber a informação de que o irmão de um PM tinha tido o carro roubado e levado como refém por criminosos na Via Light, por volta das 23h.

O Hyundai escoltado por um Space Fox, também roubado, acessaram a Estrada Rio do Pau, na Pavuna, já na área do 41º BPM (Irajá). Houve troca de tiros na Rua Lenir Liberato da Silva, também conhecida como Caminho do Padre, acesso ao Morro do Chapadão. Rodrigo Sales Leite, de 20 anos, foi baleado. Ele foi levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse, mas morreu. A arma apreendida estava com ele, segundo a polícia.

Ainda segundo o batalhão, outros três suspeitos - sendo dois com pistolas e um com um fuzil - que estavam com Rodrigo e participaram do confronto, fugiram no Space Fox. O carro do irmão do PM foi abandonado e recuperado. Ele nada sofreu. O clima ficou tenso na região e PMs do 41º BPM reforçaram o policiamento.

O caso foi encaminhado para a 39ª DP (Pavuna).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia