Mais Lidas

Ruy Chaves: 'Mea culpa, mea maxima culpa'

Em 2018, novas eleições para Presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. A lama e os excrementos do Tião realmente cobriram muitos políticos brasileiros

Por

Ruy Chaves, colunista do DIA
Ruy Chaves, colunista do DIA -

Rui - O olhar para o passado deve orientar o olhar para o futuro. Então, imprescindível lembrar os anos 80, tempo das Diretas Já, da luta contra o arbítrio e a opressão, de jovens nas ruas pela liberdade e a justiça. O Ultraje a Rigor ironizava: "A gente não sabemos escolher presidente, a gente não sabemos tomar conta da gente. A gente não sabemos nem escovar os dente, tem gringo pensando que nóis é indigente. Inútil, a gente somos inútil!". Entre outras canções de protesto, os Titãs: "Homem primata, capitalismo selvagem, ô,ô,ô. Eu aprendi, a vida é um jogo, cada um por si e Deus contra todos". E o Legião Urbana instigava: "Que país é esse? Terceiro mundo, se for. Piada no exterior".

Em 1988, o carioca crítico e irreverente adotou o Macaco Tião como candidato a prefeito, de início apenas gozação das turmas do 'Casseta Popular' e do 'Planeta Diário', que depois formariam o 'Casseta & Planeta'. Como os eleitores podiam escrever o que quisessem nas cédulas de votação, estima-se que o sempre mal-humorado Tião, que adorava atirar lama e excrementos em quem o visitasse no Zoo, tenha recebido 400 mil votos, ficando em terceiro lugar entre 12 candidatos.

Lamentavelmente, Tião não teve sua candidatura aceita pelo TRE, e seus votos foram anulados, o que não o impediu de entrar para o 'Guinness' como o macaco mais votado no mundo. Até o jornal francês 'Le Monde' registrou o falecimento de Tião, em 1996: a cidade decretou luto oficial por três dias. O voto é secreto, mas, confesso, votei no Macaco!

Em 2018, novas eleições para Presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. A lama e os excrementos do Tião realmente cobriram muitos políticos brasileiros. Presidentes depostos, ex-presidente condenado, presidente aguardando fim de governo para responder a processos. Estão presos ex-governadores, ex-presidentes da Câmara dos Deputados e de Assembleias Legislativas, deputados, líderes partidários. Senadores e deputados federais gozam da lentidão do STF. No passado eram apenas 300 picaretas; hoje estão por toda parte, criaturas das trevas.

'Mea culpa, mea maxima culpa'. Por minha imperdoável culpa pequei ao votar mal, ao permitir que a corrupção corroesse os valores da nação. Em quem votar? O poder não admite vácuo: se o bem se omite, o mal toma o seu lugar. Panta rei.

Ruy Chaves é especialista em Educação

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários