Dayse Serra: O Educador Especial

A educação inclusiva, por lei, alcança desde a Educação Infantil até o Ensino Superior e as dificuldades na sala vão aumentando conforme os níveis mais altos de aprendizagem

Por O Dia

Dayse Serra
Dayse Serra -
Rio - Na última quinta-feira, dia 22 de agosto, comemoramos o dia do Educador Especial. Na organização educacional brasileira temos três modalidades de educação: a educação inclusiva, entende-se por esta aquela que o aluno que tenha qualquer deficiência estudo na mesma sala que os alunos típicos. A sala de aula especial, na qual onde somente os alunos que possuem necessidades especiais frequentarão e ainda a sala de recursos que é o ambiente com o professor especializado, denominado AEE (atendimento especializado ao educando), Na sala se recursos o aluno deve obrigatoriamente matriculado na sala regula e frequenta no contraturno, a sala de recursos que oferecerá atividades que atenderão as especificidades.

Mas o que é um educador especial? A grande maioria deixa os cursos de graduação sem dominar técnicas, princípios e métodos sobre como se educa no plano das diferenças e paradoxalmente, as diretrizes do MEC afirmam que para ser docente nos espaços das diferenças é necessário que o professor, durante a sua formação, tenha se especializado na área. Esta não é a nossa realidade. Professores recebem os alunos sem os devidos critérios, muitas vezes trazendo a perda do tempo do desenvolvimento do aluno e o estresse do professor.

A educação inclusiva, por lei, alcança desde a Educação Infantil até o Ensino Superior e as dificuldades na sala vão aumentando conforme os níveis mais altos de aprendizagem.

Mesmo que o professor atue em sala regular inclusiva, ele é considerado um professor especial. Como a formação de base é precária e a diversidade é imensa, a solução é a busca solitária por cursos de formação e aperfeiçoamento e a participação nas formações oferecidas pelas redes públicas oi instituições privadas.

O maior desafio para o professor e maio necessidade que o aluno possui é a adaptação curricular dos conteúdos e a presença de um profissional de apoio cuja denominação varia de acordo com os locais. Alguns denominam mediador, outros, profissional de apoio e outros agende de educação especial.

Seja qual for a sua formação, saiba que ao educar um aluno especial, o grande presente é seu!

Você, professor, superou desafios e ultrapassou as muralhas da diferença.
Dayse Serra é mestre em Educação Inclusiva

Comentários