Deborah Souza: Terapia quântica e seus processos

As técnicas de terapia quântica (thetahealing, barra de access), trazem um novo sentimento no lugar da culpa instalada

Por O Dia

Deborah Souza
Deborah Souza -
Rio - A culpa geralmente está conectada a algum evento ou ação que foi executada em algum momento onde houve um arrependimento consciente ou inconsciente por parte da pessoa. É como se fosse uma água parada no tempo e a pessoa “acredita com força” que não seja mais possível reverter. Alguns sentimentos de culpa podem vir da infância e faz com que a pessoa se sinta culpada sem um motivo aparente. A pessoa que se sente culpada tem dificuldades de se perdoar por ter tomado aquela atitude e entra num ciclo de pensamentos repetitivos onde ela acorda todos os dias no “passado” remoendo aquilo que ela deveria ter feito ou dito.

A Terapia Quântica promove uma liberação dessa energia estagnada no tempo e espaço e traz para o lugar novos sentimentos. No caso da culpa, a energia do perdão, a energia do amor incondicional e principalmente o autoperdão são energias altamente curativas.

As técnicas de terapia quântica (thetahealing, barra de access), trazem um novo sentimento no lugar da culpa instalada. Como estamos no tema CULPA, essas técnicas trazem uma nova consciência de que a pessoa em questão agiu de acordo com a maturidade que ela tinha naquele momento e diante da situação que se apresentava, ou seja, traz uma nova consciência para as células. Em outras palavras, traz essa aceitação de forma consciente liberando esse registro de culpa e faz a instalação de novos sentimentos para esse lugar antes ocupado com esse sentimento como por exemplo: a restauração da alegria da encarnação e merecimento de ser feliz.

O primeiro passo é entender que o sentimento de culpa ocupa um espaço enorme dentro de nós e nos impede de termos a criatividade necessária para criação de uma nova realidade. O sentimento de culpa, arrependimento ou remorso, geralmente fazem com que a pessoa entre em um processo de autopunição pela ação cometida e acredita que não merece mais ser feliz. É importante entender que esse registro foi feito dentro do subconsciente e que é possível alterá-lo para que a vida possa voltar a fluir, e para isso, é preciso acessá-lo.

Essas técnicas mencionadas, nos ajudam a acessar esse local para que essa reprogramação seja feita. Através de um terapeuta experiente de Thetahealing, esse acesso é possível de forma totalmente consciente onde a pessoa junto do terapeuta participa de cada permissão pra alteração propriamente dita, o Access Consciousness com seus processos corporais e verbais abre esses “cadeados energéticos”que estão espalhados pela nossa mente e pelo nosso corpo. Lembrando que essas ferramentas trabalham com a sabedoria interna de cada indivíduo e a escolha de mudar depende exclusivamente de cada um.
Deborah Souza é terapeuta quântica

Comentários