Paulo Protasio: Melhor carnaval de todos os tempos

'O Carnaval carioca é de quem o faz com planos, entusiasmo e criatividade'

Por O Dia

Paulo Protasio, Presidente do Conselho de Administração da Fomenta Rio. Reprodução
Paulo Protasio, Presidente do Conselho de Administração da Fomenta Rio. Reprodução -
Na semana passada vivemos uma experiencia nova, a de agitar as águas da Unesco, em nome do Rio, como Capital Mundial da Arquitetura. O mundo inteiro está começando a saber que a Cidade vai inaugurar esse encontro com um novo patamar para atender os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável. Na semana anterior nossa cidade, como ancora de sua região metropolitana, contribuiu com o G20 na identificação dos desafios urbanos globais abrindo a porta de seu encontro mundial para ampliar a busca de soluções. Ao embarcar de volta, na véspera da festa carnavalesca, o voo da Air France recebia seus passageiros com um show de samba na porta do avião.

Não é preciso morar no reduto carioca para saber onde se vive o melhor carnaval de todos os tempos. Não por acaso, na porta do avião falava-se da expectativa de 2 milhões de turistas na cidade durante o período de folia, e de quase 7 milhões de pessoas circulando pelos blocos.

Um atestado de sucesso para quem assumiu a pior crise da história do Rio, o prefeito Marcelo Crivella, herdeiro da apocalíptica dívida de R$ 6,8 bilhões, dos quais R$ 4,8 bilhões já foram pagos pela atual gestão.
É preciso tirar a fantasia de quem se diz oposição só por dizer. E voltar lá atrás para enxergar a apoteose do atual prefeito: do fim de 2014 a setembro de 2018, o Rio perdeu mais de 300 mil empregos formais.

Nenhuma outra capital sofreu tanto com a falência do estado. O enredo incluiu o cancelamento de planos de saúde e de matrículas na rede privada. A arrecadação municipal já havia atravessado: caiu em R$ 4 bilhões de 2016 para 2017 .

O Carnaval carioca é de quem o faz com planos, entusiasmo e criatividade. É preciso tirar a máscara daquele que, como quem pega carona de destaque em carro alegórico, critica sem embasamento, jogando confete nos problemas combatidos a plenos pulmões na cidade. Basta de autofagia. Enquanto alguns fazem desfilar uma porção de facilidades impossíveis, a Prefeitura do Rio tem que trabalhar em dobro pois nossa crista está baixa e combalida. Ninguém quer saber ou divulgar as refeições nas escolas, nem o dobro de repasse por criança em creches conveniadas, em relação à gestão passada - sendo que, no caso de berçário, a verba é de R$ 850 mensais por bebê.

É verdade, pois indaguei. O positivo interessa. Como se vê, o carnaval idealizado pela prefeitura não dura meia dúzia de dias; ele é planejado durante os outros 359. Ou não seria o mais bem avaliado da América do Sul.

Não é preciso morar no Rio para saber onde está o melhor carnaval de todos os tempos. Só não enxerga isso quem não gosta de samba, ou é doente do pé. Temos que abraçar a “riomania”, bairro a bairro, quarteirão a quarteirão, esquina a esquina, praça a praça. Aqui edificamos uma capital mundial. Ela tem tudo para ser referência da sustentabilidade urbana para o mundo.
Paulo Protasio é presidente do Conselho de Administração da Fomenta Rio
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários