Jandira Feghali: Hoje é dia de guerreiros e guerreiras

Que todos os trabalhadores da Enfermagem tenham o respeito devido. A data de hoje será dia de fortalecermos as bandeiras de luta para isto!

Por Jandira Feghali*

opina12maio
opina12maio -
As mulheres e homens que tem como ofício a enfermagem tem no dia 12 de maio um dia forte e especial. O seu dia internacional de homenagem. Enfermeiras, técnicas e auxiliares, na maioria mulheres, são profissionais que cuidam, combatem a dor, compõem equipes multiprofissionais, salvam vidas, enquanto muitas delas e deles também sentem a aflição, desespero e perdem as suas próprias vidas sem as condições adequadas de trabalho. Estas pessoas merecem nosso reconhecimento máximo por enfrentarem de peito aberto o inimigo invisível.

Estas forças de trabalho precisam do apoio do Estado na garantia de condições de trabalho, materiais de proteção e apoio psicológico. Desde o início da pandemia de coronavírus (covid-19) até a última semana, o Conselho Federal de Enfermagem já contabilizou 76 mortes na enfermagem pela doença. Aqui no Rio esse número já bate duas dezenas. Foram eles, profissionais da enfermagem, que morreram primeiro por Coronavírus em diversas cidades brasileiras, como Maricá, aqui na Região Metropolitana.

A gravidade deste cenário e o descaso de Bolsonaro com o setor da Saúde podem ser flagrados quando comparamos o Brasil com outras nações, a exemplo da Itália e do Estados Unidos, epicentros da pandemia ao longos destes meses. O país da América do Norte registrou 46 profissionais de enfermagem vítimas por Coronavírus num total 71 mil óbitos. Já no país europeu, foram 35 profissionais de saúde mortos pela doença dentre 29 mil vítimas. Nós já estamos, como disse, chegando a 80 em 11 mil óbitos.

E muitos profissionais da saúde têm tombado pela doença por falta de apoio do Governo Federal em garantir o mínimo de proteção e cuidado durante a crise sanitária. Milhões de luvas, máscaras de proteção, capote e sapatilhas têm deixado de chegar ao estado do Rio por falta de planejamento e prioridade. Como esses trabalhadores podem atender e cuidar da população?

O bom funcionamento do SUS depende de recursos humanos. Se os perdermos, perderemos suas histórias, provocaremos as dores nas suas famílias e a população ficará desassistida. Morrerá muito mais gente e já temos mais de 7 mil profissionais de saúde afastados.

Que todos os trabalhadores da Enfermagem tenham o respeito devido. A data de hoje será dia de fortalecermos as bandeiras de luta para isto! A luta que se dá nos ambulatórios, centros cirúrgicos, UTIs e postos de saúde não pode ser abafada, sufocada, esquecida. Devemos valorizar durante a pandemia, mas também depois, garantindo suas carreiras, justas remunerações e jornadas de trabalho, qualificações permanentes.

Parabéns a todas e todos e muita força nesses tempos tão difíceis. Estamos juntos na defesa da vida. Dos pacientes e de vocês. Força!
*Jandira Feghali é deputada federal (PCdoB)

Galeria de Fotos

opina12maio ARTE O DIA
Jandira Feghali (PCdoB) Divulgação

Comentários