Roberto Rocco: ​Pela vida!

No Estado do Rio, felizmente, bons ventos dão nova esperança aos que defendem as bandeiras ecológicas

Por Roberto Rocco*

Roberto Rocco
Roberto Rocco -
Pressionado pelas mudanças climáticas, o planeta que já estava doente sofre mais um baque com o coronavírus. Se antes nós ambientalistas tínhamos dificuldades para convencer a maioria sobre a relação dos engarrafamentos e das queimadas na Amazônia com a qualidade do ar que respiramos, a atual pandemia escancara a dura realidade. Sofremos, a Terra e todos os seres vivos, no mesmo barco.

Para além dos vírus e suas mutações, o planeta vive uma emergência climática sem precedentes. Em busca do consumo excessivo para poucos, o homem deixa para a maioria um mundo sufocado e com suas riquezas naturais combalidas.

Como nos ensina uma garota de 17 anos, não há mais tempo a perder na luta contra as mudanças climáticas e o superaquecimento global. A sueca Greta Thumberg fala o que os líderes mundiais precisam ouvir. Na verdade, o recado vale para todos os cidadãos.

No Brasil, o governo federal segue negando o óbvio e minimizando dramas, enquanto alguns de seus seguidores procuram culpados pela Terra ser redonda. Dá mais trabalho investir na educação, na ciência e no combate ao desmatamento, além de levar o meio ambiente a sério.

No Estado do Rio, felizmente, bons ventos dão nova esperança aos que defendem as bandeiras ecológicas. O governador Wilson Witzel acaba de reforçar o convite para que o Partido Verde integre o governo à frente justamente de uma subsecretaria dedicada à emergência climática.

Criar uma pasta com essa pauta é inédito no Brasil, e algo desafiador e inspirador. A ideia é trabalhar em conjunto com outras áreas do governo estadual na prevenção e mitigação de problemas climáticos. A elevação dos oceanos, por exemplo, é um problemão que afetará o Rio e ainda merece pouca atenção.

A recente crise da água faz lembrar que velhos problemas, como falta de saneamento, não podem ser esquecidos. Por isso, os verdes estão aí, para trabalhar com criatividade e responsabilidade pelos rios que passam por nossas vidas.
*Roberto Rocco é copresidente do PV RJ

Comentários